Elierson Abreu, 60, será um dos beneficiados pelo novo atendimento. Foto: ASCOM/SENAR – Acre

“Trabalho na área rural há 30 anos, e a partir de 2012 entrei na cadeia do balde cheio, melhorando as instalações da minha propriedade. Com a novidade de hoje, estou acreditando e apostando que as coisas vão evoluir muito mais rápido. Com este atendimento, tudo vai melhorar.“

Este é o depoimento de Elierson Abreu, 60, natural de Tarauacá e produtor na zona rural de Rio Branco. Elierson, junto com outros produtores e líderes sindicais de diversos municípios acreanos, estiveram na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR – Acre) para prestigiar, nesta quinta-feira (6), o lançamento da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Acre.

ATeG é gerenciada pelo SENAR – Acre com o apoio de diversos parceiros. Foto: ASCOM/SENAR – Acre

A ATeG, promovida pelo SENAR acreano com SEBRAE, Governo do Estado e outros parceiros, tem como principal objetivo promover o acesso das propriedades rurais à uma combinação de sucesso: adequação tecnológica e consultoria gerencial.

Por meio da ATeG, as propriedades irão receber visitas mensais e individuais, realizadas pelo corpo técnico do SENAR – Acre com foco no aumento da eficiência produtiva. Através da diversificação de atividades e produtos, gestão eficiente da propriedade e ampliação de renda, os produtores rurais terão mais desenvolvimento econômico e social.

ATENDIMENTO NO ACRE

O primeiro projeto a ser lançado será o Evolui Leite, parceria entre SENAR – Acre, Governo do Estado e SEBRAE, que irá atender 75 produtores rurais acreanos distribuídos nos seguintes municípios: Acrelândia, Brasileia, Bujari, Epitaciolândia, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Senador Guiomard, Sena Madureira, Xapuri e Capixaba.

O SENAR prevê um acompanhamento técnico e gerencial nas propriedades nos próximos 2 anos, sendo 4 horas mensais em cada propriedade. Todas as informações coletadas na propriedade serão lançadas no software SISATeG, que irá gerar indicadores de cada propriedade, bem como relatórios que possibilitam o acompanhamento da evolução do trabalho.

Diretor nacional da ATeG, Matheus Ferreira. Foto: ASCOM/SENAR – Acre

DESENVOLVIMENTO

Para prestigiar o lançamento, compareceu ao evento o diretor nacional da ATeG, Matheus Ferreira. De acordo com Matheus, a expectativa é grande, já que as ações da ATeG contribuem para o crescimento produtivo e para a movimentação das economias locais.

“O Estado está dando um grande passo em prol do desenvolvimento da cadeia produtiva do leite. Quando há um atendimento específico, baseado nas intervenções técnicas e nas avaliações gerenciais, os produtores tendem a evoluir, impactando toda a economia acreana”, disse.

“Atendimento é fundamental para elevar o nível de vida da população rural”, disse Mauro Marcello Oliveira, Superintendente do SENAR – Acre. Foto: ASCOM/SENAR – Acre

ELEVAÇÃO

Para o Superintendente do SENAR – Acre, Mauro Marcello Oliveira, a importância da oferta é imensurável para elevar as condições sociais e produtivas da cadeia leiteira no Estado.

“Sabemos que, com os recursos que os produtores dispõem hoje, sem informação tecnológica, é difícil ultrapassar um certo nível de produção e de lucro. O atendimento dos técnicos é fundamental para elevar o nível de vida da população rural. Aliada ao que já desenvolvemos no Acre, a ATeG vem para estreitar ainda mais o contato e os benefícios dos produtores”, destacou Mauro.

Assuero Doca Veronez, presidente da FAEAC. Foto: ASCOM/SENAR – Acre

Assuero Doca Veronez, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Acre (FAEAC) destacou que as ações da ATeG no Acre também já estão sendo pensadas para expansão, abrangendo as cadeias produtivas da pecuária de corte e da mandiocultura.

“Esse é o principal objetivo: melhorar a vida dessas pessoas. O pequeno produtor não tem como expandir sua produção e sua renda sem apoio. É aí que entra o SENAR e a ATeG. Ao identificar o que falta e instruir os produtores, damos os meios para crescimentos significativos”, afirmou Veronez.

Produtores e líderes sindicais de diversos municípios acreanos participaram do evento. Foto: ASCOM/SENAR – Acre

Comentários