Atlético Acreano: Campeão do Torneio do Povo e da Imprensa 2014 (Foto: Duaine Rodrigues)
Atlético Acreano: Campeão do Torneio do Povo e da Imprensa 2014 (Foto: Duaine Rodrigues)

Reedição da final do estadual 2013 entre Rio Branco e Plácido de Castro foi decidida nos pênaltis. Das oito equipes que disputam o estadual, apenas o Náuas ficou fora

Da redação, com O Rio Branco

O Torneio do Povo e da Imprensa 2014 é do Atlético-AC. O Galo bateu o Alto Acre na decisão por 1 a 0, gol de Eduardo, e levou para casa o troféu Carlos Mamud. A competição foi realizada neste domingo (9), na Arena da Floresta, em Rio Branco, capital do Acre, e serviu para apresentar as equipes que irão disputar o Campeonato Acreano da temporada. Dos oito times que jogam o estadual, apenas o Náuas,  representante da cidade de Cruzeiro do Sul, não participou, alegando falta de recursos financeiros.

– O objetivo maior é resgatar o torcedor para os estádios acreanos. Essa é uma festa, apesar de que a chuva atrapalhou um pouco no início. Acho que o torcedor que veio gostou das equipes, da dedicação, da organização, e temos que agradecer a presença de todos que estiveram aqui. Temos que parabenizar a todos os que tiveram envolvidos nesse evento e o torcedor que prestigiou e colaborou com a campanha em prol dos alagados do Rio Acre – avaliou o presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (Acea), uma das organizadoras do evento, jornalista Manoel Façanha.

PRIMEIRA FASE

O torneio foi disputado em sistema mata-mata, iniciando pelas quartas de final, com partidas de 20 minutos. Com a ausência Náuas, o Alto Acre, que seria seu adversário, ficou com uma das vagas na semifinal, a decisão dos outros confrontos.

O primeiro duelo da noite foi entre o Atlético-AC e o Vasco-AC. O time do Segundo Distrito levou a melhor com um gol de pênalti do lateral direito Ley, vencendo por 1 a 0. Em seguida, o Galvez, do técnico campeão estadual de 2013 pelo Plácido de Castro, Nilton Nery, passou pelo Andirá, também por 1 a 0, gol de Hamilton.

Galvez, do treinador Nilton Nery, venceu o Andirá, mas caiu na semifinal para o campeão Atlético-AC (Foto: Nathacha Albuquerque)
Galvez, do treinador Nilton Nery, venceu o Andirá, mas caiu na semifinal para o campeão Atlético-AC (Foto: Nathacha Albuquerque)

Léo foi expulso e na batida, o zagueiro e capitão Gilson não desperdiçou e deixando tudo igual: 1 a 1. O empate levou a decisão para as penalidades. Nas cobranças, o Tigre foi mais eficiente e venceu por 3 a 1. Estavam decididos os confronto da semifinal: Atlético-AC x Galvez e Alto Acre x Plácido de Castro.

QUATRO MELHORES

A fase semifinal começou com a partida entre Atlético Acreano e Galvez. No tempo normal, o placar não foi alterado e o 0 a 0 levou o jogo para a disputa de pênaltis. Após quatro cobranças de cada equipe, o Galo garantiu a vaga na decisão com uma vitória por 2 a 1.

No outro confronto da semifinal, o duelo foi entre os representantes do interior Alto Acre e Plácido de Castro. Assim como na primeira partida da fase, as duas equipes também não movimentaram o placar e decidiram o adversário do Atlético-AC na decisão através da cobrança de pênaltis.

Os atletas do Alto Acre não desperdiçaram suas oportunidades e converteram as três cobranças que tinham direito. Enquanto do lado da Plácido, duas penalidades perdidas valeram a eliminação e uma derrota por 3 a 0.

GALO CAMPEÃO

Atlético-AC e Alto Acre fizeram uma final bem disputada na Arena da Floresta (Foto: Duaine Rodrigues)
Atlético-AC e Alto Acre fizeram uma final bem disputada na Arena da Floresta (Foto: Duaine Rodrigues)

Na decisão do torneio, disputada em dois tempos de 15 minutos, interior e capital jogavam pelo título, representados por Alto Acre e Atlético-AC. O primeiro tenta mostrar que não está na competição apenas para participar e o segundo é visto como favorito para conquistar o estadual.

A coincidência do duelo é que as duas equipes voltam a se enfrentar no dia 18 de março, quando fazem suas estreias no Campeonato Acreano.

A partida foi decidida ainda no primeiro tempo. Aos 11 minutos, o lateral Ley recebeu a bola em um escanteio cobrado curto pela direita de ataque do Galo e cruzou na cabeça de Eduardo, que testou sem chances para o goleiro Rafael, do Papagaio da Fronteira: 1 x 0

O Alto Acre até tentou o empate, pressionou, em alguns poucos momentos, mas o time atleticano segurou bem a bola, tocou esperando o apito final para garantir a conquista da primeira taça do ano na temporada do futebol acreano.

Comentários