Conecte-se conosco

Flash

Auditoria descobre atos de corrupção em universidade de Pando e confirma denúncias de assédio, extorsão e humilhação

Publicado

em

Em junho deste ano, alunos da Universidade Federal de Pando na Bolívia procuraram o portal Notícias da Hora para denunciar que estavam sofrendo assédio, extorsão e humilhação por professores que fazem parte do quadro da instituição de ensino. De acordo com a denúncia, alguns cobravam valores absurdos para aprovação do aluno em determinadas matérias, e em algumas ocasiões sugeriam sexo em troca da aprovação de estudantes.

Em junho deste ano o vice-reitor da instituição, Oscar Melgar, acompanhado de seu advogado Oscar Camacho, esteve em Rio Branco para participar do podcast Conversa Franca. Durante a entrevista, ele fez um pedido aos estudantes brasileiros para que buscassem e confiassem na nova gestão da instituição.

“Queremos convidar os estudantes brasileiros e bolivianos que sofreram algum tipo de extorsão, que sofreram maus-tratos que denunciem, que confiem na nossa gestão, que confiem na gente, pois criamos duas comissões, uma CPI, e uma acadêmica, e vamos buscar todas as irregularidades acadêmicas, da admissão dos estudantes e todas as irregularidades desde de sua fundação.”

Nesta sexta-feira, 22, durante coletiva, a direção da instituição informou que descobriu, por meio de auditoria, irregularidades e indícios de corrupção, como a retificação de notas a favor de mais de 170 alunos reprovados, liberação de matrículas para vários estrangeiros – que causou perda milionária – e outros maus-tratos.

RREGULARIDADES

A comissão de auditoria acadêmica concluiu o seu trabalho e apresentou o relatório final em que informa que após uma compilação exaustiva de dados – desde a criação da carreira de medicina – foram identificadas diversas irregularidades.

De acordo com os integrantes da comissão, a auditoria baseou-se em quatro áreas: admissão estudante, admissão docente, permanência estudantil, avaliação de desempenho docente e internados rotatórios.

Na admissão estudantil foram observados indícios de não cumprimento aos projetos de admissão quitados em cada gestão, também se detectou que na matrícula de estudantes de 2012 a 2017 houve o benefício a mais de 170 universitários, cuja quantidade, mais de 160 estrangeiros foram favorecidos com a liberação de matrículas até 100 % e outros benefícios, deixando os alunos bolivianos de lado.

WhatsApp_Image_2021-10-22_at_11.21.57.jpeg

“Na admissão de docente foram incorporados em docentes sem nenhuma experiência de trabalho ou acadêmica para ditar disciplinas, como também foi verificado que no internato rotatório se trabalhou sem respeitar o regulamento estabelecido na modalidade de graduação, violando toda a norma universitária, incluindo a auditoria revela a existência durante as oito diligências de uma lista adicional que rectificaram notas de estudantes reprovados para os tornarem aprovados “, relataram os membros da comissão.

Após conhecer relatórios de ambas as comissões, o reitor da UAP manifestou sua indignação e incômodo com os indícios de corrupção e uma série de manejos na carreira de medicina, desde a sua criação, que afetam a imagem da universidade.

Ele avisou que durante a sua gestão não permitirá um único ato de corrupção e, em caso de detectar irregularidades, enviará os relatórios às instâncias que correspondem para identificar os envolvidos e aplicar sanções sem contemplação.

′′No tema de internato deveria ser de prelação, ou seja, os melhores alunos escolhem onde ir fazer o seu internato, mas aqui não foi assim, deram ou distribuíram por amizade a quem quisesse e finalmente o que também chama a atenção é que 180 atas de alunos foram retificados, reprovados e apareceram aprovados. É por isso que um grupo elitista insulta, eles não querem mudanças na nossa faculdade. Nós vamos até as últimas instâncias, onde for necessário para chegar aos responsáveis, temos todas as informações, os testes estão aí “, enfatizou o reitor da UAP.

Comentários

Flash

Sesacre se posiciona sobre boato de menina que teria passado mal após tomar vacina; caso está sendo investigado

Publicado

em

Hospital Regional do Alto Acre em Brasiléia – Foto: Alexandre Lima

Por Tião Maia

A informação de que uma criança do sexo feminino tenha passado mal após ser imunizada com a vacina pediátrica contra o coronavírus, na sexta-feira em Brasiléia, interior do Acre, mereceu uma nota de esclarecimento emitida pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre). A nota é assinada pela própria secretária Paula Augusta Maia de Faria Mariano e busca combater a propagação de Fake News feita por negacionistas e militantes antivacina, afirmando que a menina de Brasileia adoecera após ser imunizada.

“Sobre os boatos que vem circulando nos grupos de WhatsApp e outras redes sociais, de que uma menor passou mal após ser vacinada contra a covid-19 no município de Brasileia, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), esclarece que o caso está sendo investigado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica e acompanhado pelo Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE)”, diz a secretária no início da nota. “Contudo, é importante destacar que, até o momento, não há comprovação de que o fato esteja relacionado ao imunizante”, acrescenta.

A seguir, a nota emitida pela secretária:

“Informamos, ainda, que a menor deu entrada no Hospital Regional de Brasileia na sexta-feira, 21, às 9h22, com queixa de dores abdominais, febre, cefaléia, diarréia e vômito. A mesma recebeu toda assistência necessária e foi medicada de acordo com a conduta do médico plantonista, que solicitou exames laboratoriais e de imagens para auxiliar no diagnóstico.

A criança está estável, em observação clínica e tratamento de gastroenterite, que foi o diagnóstico da mesma. Até o momento, não tem gravidade que justifique transferência.

Ressalta-se que a vacinação é a melhor estratégia para garantir maior segurança, controle da pandemia e imunização para a população. Portanto, é importante não compartilhar informações falsas que prejudique a continuidade da imunização em nosso Estado.

Rio Branco, 22 de janeiro de 2022.
Paula Augusta Maia de Faria Mariano
Secretária de Estado de Saúde do Acre”.

Comentários

Continue lendo

Flash

Prefeito Jerry visita comunidade e recebe carinho dos moradores

Publicado

em

No último sábado, 22, o prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, visitou a comunidade rural do Jacú, localizada no ramal do Km 88. Correia foi recebido com muitos abraços e palavras de incentivo para continuar o bom trabalho que vem realizando como prefeito.

O líder da comunidade, José Queiroz, mais conhecido como Zé do Jacú, ofereceu um verdadeiro banquete para comemorar seu aniversário de 60 anos e também receber o prefeito e sua comitiva.

“Estou feliz por completar mais um ano de vida e também por receber em minha residência o prefeito Jerry. Nossa comunidade está alegre com sua gestão, pois ele tem se esforçado por nós que moramos longe e sempre fomos esquecidos. Esse prefeito é gente da gente, chega abraçando todo mundo, é atencioso e tem coragem de trabalhar”, testemunhou José.

O prefeito Jerry ofereceu um torneio de futebol pra comunidade e garantiu uma nova máquina beneficiadora de arroz, substituindo uma antiga que já não funciona, obrigando os moradores a percorrerem mais de 20 quilômetros para pelar o arroz produzido.

“Vamos voltar aqui na comunidade do Jacú no dia 5 de fevereiro, trazendo alguns equipamentos agrícolas que irão ajudar na produção local. Queremos ajudar na reorganização deste grupo, trazendo os serviços do Sindicato Rural e da Cooperativa de Produtores de Assis Brasil”, disse o prefeito.

Comentários

Continue lendo

Flash

Xapuri registra acidente na madrugada que deixou feridos e um com traumatismo craniano

Publicado

em

Por volta das 4h00 da madrugada deste sábado, socorristas do SAMU foram acionados para realizar possível resgate de pessoas que estariam feridas, em decorrência de um acidente envolvendo motocicleta.

O local do acidente seria a Rua Coronel Brandão, em curva nas proximidades do cemitério municipal. Foram encontradas cerca de três pessoas feridas, sendo que uma apresentava pequenas escoriações e se evadiu do local após a chegada dos socorristas.

Dois que ficaram no local, um adolescente de 16 anos e um homem de 33, que apresentavam ferimentos, precisando serem imobilizados e levados para o hospital da cidade o mais rápido possível.

O homem de 33 anos, apresentava um quadro de traumatismo craniano, sendo necessário sua transferência imediata para a Capital. O jovem ficou em observação após receber os primeiros socorros.

O local do acidente em questão, já foi palco de outros acidente, inclusive com registro de óbito, pessoas que ficaram tetraplégicas e paraplégicas. O caso está sendo investigado pelas autoridades policiais do município.

Comentários

Continue lendo

Em alta