A bancada federal do Acre, em audiência com o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos, pediu a intervenção junto ao ministro da Justiça Sérgio Moro, para que um centro de controle e repressão ao tráfico seja instalado no Acre. Participaram da reunião, solicitada pela senadora Mailza Gomes, o Representante do Acre em Brasília, Ricardo França, e o coronel Ulisses Araújo, que integra a Secretaria Nacional de Segurança Pública.

A bancada federal do Acre, em audiência com o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos Fotos: Cedidas

O centro de controle é uma reivindicação do Governo do Estado e da bancada federal desde o início do governo Bolsonaro. Porém, segundo consta, somente os estados do Paraná e Amazonas foram contemplados com a instalação dos órgãos. Os que serão instalados nos Estados do Paraná e Amazonas receberão o nome de Centro Integrado de Operações de Fronteira, que servirão como pontos focais nos estados e nas principais áreas urbanas para o recebimento, análise, coleta e compartilhamento de informações relacionadas a ameaças. Será focado no serviço de inteligência.

Os parlamentares e o coronel Ulisses fizeram questão de ressaltar a necessidade de um controle efetivo na área de fronteira do Acre, pois segundo os dados oficiais, de 2015 a 2017, o índice de homicídios para cada 100 mil habitantes, passou de 26 para 63/ano.

O representante do Estado do Acre em Brasília, Ricardo França, agradeceu ao ministro Ramos por escutar os pleitos do Estado do Acre e reforçou a necessidade de uma atenção especial para os problemas da fronteira, já que, como porta de entrada, o que acontece no Acre terá repercussão em todo o país. Agradeceu também, em nome da senadora Mailza Gomes, o apoio de toda a bancada federal nos pleitos do governo do estado, afirmando que essa união é que fortalece as ações.

“A representação do Estado em Brasília busca esse fortalecimento com a bancada a cada dia, pois, com o esforço conjunto, conseguiremos a visibilidade que o Acre precisa e merece no cenário nacional”, reforçou França.

O ministro Ramos se disse sensibilizado com a situação e que irá se reunir com o ministro Moro para discutir o assunto. Ele encerrou a reunião afirmando que irá comprar a briga pelo Acre.

Pela bancada federal estiveram presentes os senadores Petecão (PSD), Mailza Gomes (PP), deputados federais Jesus Sérgio (PDT), Manoel Marcos (PRB), Perpétua Almeida (PCdoB), Vanda Milani (SD) e Alan Rick (DEM).

Comentários