DSC_7732
POR MANOEL FAÇANHA
Uma assembleia realizada no fim da tarde desta quinta-feira (25), na Praça Povos da Floresta, centro de Rio Branco, rejeitou a contraproposta apresentada na semana passada pela Fenaban e aprovou, por unanimidade, greve bancária a partir da terça-feira, dia 30 de setembro.
A assembleia foi coordenada pelo presidente do Sindicato dos Bancários do Acre Edmar Batistela. O dirigente abriu espaço para falas, onde todos que usaram da palavra conclamaram os demais colegas de trabalho a rejeitar a contraproposta salarial apresentada pelos patrões e iniciar, a partir da próxima terça-feira (30), paralisação por tempo indeterminado.
A assembleia reuniu 110 bancários de bancos públicos e privados. Na próxima segunda-feira (29) uma nova assembleia será realizada para referendar a paralisação e organizar a greve, segundo explicou Batistela.
“A contraproposta apresentada pela Fenaban não atende nossas necessidades, assim teremos que, mais uma vez, convocar os trabalhadores a deixarem seus locais de trabalho para reivindicar melhores salários e condições de trabalho na porta do banco “, comentou Batistela.
A semana passada, a Fenaban apresentou uma contraproposta salarial de reajuste de 7% no salário (0,61% de aumento real), na PLR e nos auxílios refeição, alimentação e creche, além de 7,5% no piso (1,08% acima da inflação). Os bancários querem um aumento de 12,5%, além de outras reivindicações econômicas e sociais.
DSC_7724

Comentários