Polícia gaz buscas pelos suspeitos. No ano passado, vários assaltos a embarcações foram registrados.

Bandidos armados atacam navegantes em embarcações no porto de Cruzeiro do Sul — Foto: Mazinho Rogério/G1
Por Mazinho Rogério

A polícia tenta identificar um grupo de bandidos que invadiu embarcações no porto de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre, na noite de terça (11), e atacou os navegantes para roubar.

Os bandidos estavam em um barco rápido e chegaram no porto, onde os ribeirinhos que vão à cidade permanecem em suas embarcações até o retorno para suas comunidades, com armas de fogo. O grupo exigiu que os ocupantes de algumas embarcações entregassem seus pertences e depois seguiram pelo rio.

Sob mira de armas, as vítimas foram obrigadas a entregar dinheiro, celulares e outros objetos pessoais, além de produtos e materiais que tinham nas embarcações. Depois que os bandidos deixaram o local, a PM foi acionada para atender a ocorrência.

De acordo com o comandante da PM, os policiais fizeram buscas, mas não conseguiram localizar os suspeitos.

“Infelizmente os meliantes conseguiram se evadir, mas conseguiram fazer a subtração de pertences das vítimas. Ainda não sabemos que tipo de armas eles utilizariam”, disse o major Evandro Bezerra.

A PM afirma que é o primeiro ataque em embarcações, neste ano, nos rios de Cruzeiro do Sul. Mas, em 2018, vários assaltos foram registrados aos ribeirinhos e a polícia prendeu pelo menos dois grupos que praticavam esse tipo de crime.

“Intensificaremos as ações naquela região do porto, principalmente no período noturno. Cabe ressaltar que a gente tem operações específicas no rio, mas, no momento, tendo em vista a vazante do rio, essas operações estão dificultadas porque nossa embarcação não consegue navegar em águas rasas”, disse Bezerra.

Comentários