Dia da detenção dos acusados em março de 2013 - Foto: Arquivo
Dia da detenção dos acusados em março de 2013 – Foto: Arquivo

Da redação

Em março de 2013, munidos de vários mandados de busca e apreensão, várias pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas e associação, roubo, furto e receptação na região da tríplice fronteira (Brasil, Peru e Bolívia).

Batizada de ‘Operação Remato’, A Polícia Civil, por meio da regional de polícia do Alto Acre, realizaram a prisão de Paulo Roberto Estevão de Carvalho, em Brasiléia. Paulo ‘Baladeira’ como é conhecido, era o principal suspeito de comandar a venda de cocaína no município, mantendo ponto de venda de drogas e de planejamento de crimes em uma chácara da família.

Segundo as investigações, o tráfico de drogas na cidade de Brasiléia e região juntamente com os investigados Franciclebio, Edinho e Maicon, todos presos na ‘Operação Remato, eram comandados de Paulo Baladeira.

Delegados, peritos, escrivães e agentes de polícia participaram da ação. Ao todo, 32 policiais estiveram envolvidos no cumprimento de 13 mandados de prisão e de buscas e apreensão, autorizados pela justiça.

O Ministério Público do Acre ofereceu denuncia contra os acusados nos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. A sentença dos acusados foi decretada pelo Juiz da Comarca de Brasiléia, Dr. Clovis de Souza Lodi, no início do mês corrente.

Somando, os condenados acumulam pena superior a 100 anos de reclusão a serem cumpridas em regime fechado no presídio estadual na Capital. Segundo foi levantado, o índice de criminalidade na fronteira, teve uma significativa redução.

Foi informado que, alguns dos acusados recorreram da sentença e aguardam pronunciamento da Justiça, podendo ter alteração na sentença.

Veja como foram sentenciados abaixo:

PAULO ROBERTO ESTEVAM DE CARVALHO: “PAULO BALADEIRA” DE 32 ANOS.
19 e 6 meses de prisão

 

FRANCICLEBIO BRITO DOS SANTOS: “CLEBER”, DE 34 ANOS DE IDADE
11 anos e 6 meses de prisão

 

EDINHO DE MOURA PACHECO: “EDINHO DO POJOCA”, DE 30 ANOS DE IDADE
11 anos e 6 meses de prisão

 

ADILHO DA SILVA LOPES de 27 NOS DE IDADE
Ainda não saiu a sentença

 

MAICON CARDOSO ALVES FEITOSA: “MAIQUINHO”, de 23 ANOS DE IDADE
11 anos e 6 meses de prisão

 

GLÁUCIO NASCIMENTO DE LIMA: “CABEÇÃO”, de  25 ANOS DE IDADE
11 anos e 6 meses de prisão

 

GENILDO SANTOS ARAÚJO: 36 ANOS DE IDADE
11 anos e 6 meses de prisão
 
 
ANTONIO JOSÉ DO NASCIMENTO: “ZEZÉ”, de 23 ANOS DE IDADE
11 anos e 6 meses de prisão
 

 

Comentários