Deputado não aceita ser chamado de “pelego” e lembra que problemas do funcionalismo existem porque eles não agiram como agem,

O deputado estadual José Bestene, líder dos Progressistas, resolveu encarar os sindicalistas que estão concentrados na Assembleia Legislativa à espera de definição sobre a votação ou da não da reforma previdenciária estadual. Ao ser chamado de “pelego” por um grupo de sindicalista quando se dirigia ao salão azul da Assembleia, o deputado resolveu reagir:

“Eu sou um político que anda de cabeça arguida, que entra e sai de qualquer lugar sem medo, porque tem consciência. Por isso, eu digo: pelego são vocês”, disse.

De acordo com o deputado, os sindicalistas que agora se levantam contra o governo de Gladson CameLi, com maus completados dez meses de mandato, “são os mesmos que passaram 20 anos dizendo amém para os governos do PT”.

– São pelegos e culpados por tudo isso que está acontecendo, porque na época do PT se borravam de medo de questionarem os governos, não reivindicavam, não faziam greve e concordavam com tudo. Por isso, os salários estão achatados, as vantagens salariais ameaçadas e esse imbróglio da previdência estadual, que deveria ter sido solucionado há muito tempo, foi varrido para debaixo do tapete e sempre adiado – disse o deputado.

Comentários