Reunião em Capixaba1 (640x480)

Ailton Oliveira

O presidente estadual do DEMOCRASTAS, Tião Bocalom, esteve no município de Capixaba visitando amigos e correligionários para discutir sua pré-candidatura ao Governo do Estado e organizar o diretório municipal do partido.

Se reuniu na Câmara Municipal com membros do DEMOCRATS, e outras
lideranças dos setores empresarial, educação, policia, saúde e representantes de partidos como PP e PSDB e PDT.

Depois de ser apresentado pelo vereador José Nilton (PSDB), Bocalom fez um breve relato de sua mudança de partido e falou de sua proposta nesta pré-candidatura. “Saí do PSDB por problemas internos, mas escolhi o DEMOCRATAS por que é oposição ao PT e nele posso dar continuidade a nossa luta para tirar esse pessoal aí do poder. Não podemos desistir da batalha vendo que nosso Estado está cada vez mais falido, a educação não melhora, a saúde de primeiro mundo não chegou e a corrupção aumenta cada vez mais. Quero governar o Acre para mudar essa história” disse Bocalom que, ao ser perguntado pelo pré-candidato a deputado estadual pelo DEMOCRATAS de Xapuri, Antônio Pedro, se
aceitaria uma proposta de se colocar todos os nomes da oposição para a
avaliação de uma pesquisa e, o que for melhor avaliado seja o candidato ao governo. Disse que por ele não tem problema.

“Se todos os partidos se reunirem numa conversa verdadeira e avaliar que o melhor seria apenas uma candidatura para enfrentar a Frente Popular, estou de acordo, mas é necessário que isso seja bem avaliado, e para mim não tem problema que o nome para encabeçar a chapa seja aquele que estiver melhor na pesquisa. Quero deixar claro que o que for melhor para as oposições derrotar o PT e melhorar a vida do povo acreano tem o meu apoio” disse Bocalom.

Ao fazer essa declaração o pré-candidato foi aplaudido e parabenizado por demonstrar que seu projeto não é pessoal, mas realmente de oposição.

O vereador José Nilton encerrou a reunião também parabenizando Bocalom
e afirmando que todos estavam ali por acreditar nele.

Comentários