Conecte-se conosco

Cotidiano

Bolsonaro diz que bloqueios atrapalham economia e pede que caminhoneiros liberem rodovias

“Mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro, principalmente os mais vulneráveis. Daí a preocupação do presidente da república.”

Publicado

em

Renata Agostini da CNN 

Diante da escala dos bloqueios feitos por caminhoneiros em rodovias pelo país – até o momento, em 16 estados – o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) gravou um áudio direcionado aos manifestantes afirmando que os bloqueios atrapalham a economia, pois provocam desabastecimentos, inflação e prejudicam a todos, “em especial os mais pobres.”

O presidente afirma que os caminhoneiros são aliados, e pede, então, para que liberem as estradas e deixem “seguir com a normalidade”. “A gente em Brasília aqui agora, não é fácil negociar e conversar com outras autoridades, mas a gente vai fazer a nossa parte e vamos buscar uma solução para isso, tá ok?”, diz Bolsonaro no áudio.

O presidente finaliza a mensagem enviando um abraço para todos os caminhoneiros.

A autenticidade da mensagem foi confirmada por duas fontes do governo à CNN e pelo ministro da infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que gravou um vídeo diante da repercussão do áudio.

Segundo o ministro, o áudio “mostra a preocupação do presidente com a paralisação”. “Essa paralisação ia agravar efeitos da economia, inflação, impactar os mais pobres e mais vulneráveis. Nós já temos hoje um efeito nos preços dos produtos em função da pandemia”, reforçando a mensagem de Bolsonaro.

Tarcísio de Freitas segue dizendo que é uma preocupação de todos a melhoria da situação do país e com a resolução de problemas graves. “Mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro, principalmente os mais vulneráveis. Daí a preocupação do presidente da república.”

Na noite desta quarta-feira, a Polícia Rodoviária Federal contabilizava bloqueios parciais de estradas em 16 estados.

Mais cedo, ao falar com apoiadores, o presidente já havia feito um “apelo” aos caminheiros, pedindo que não houvesse paralisação nas rodovias do país.

“Não parem, caminhoneiros. Se tiver uma paralisação no Brasil, todos vão sofrer. Desde o abastecimento, inflação, vai ter problemas sociais graves. Se eu puder apelar aos caminhoneiros aqui é que não parem o Brasil. Eu sei do poder que eles têm e reconheço o trabalho que eles fazem, mas acredito que a paralisação não interessa para nenhum de nós”, disse Bolsonaro.

O presidente agradeceu ainda aos caminheiros e disse saber o que eles têm suportado diante do preço do combustível e dos pedágios, mas pediu “moderação”.

“Não é a gente matando a vaca que vai liberar o carrapato, então moderação para todo mundo. Sabemos onde está o erro. O outro lado também sabe onde está o erro, mas não quer dar o braço a torcer. Eu não tenho os poderes que vocês pensam que eu tenho”, disse Bolsonaro.

Os bloqueios nas estradas chegaram a ser discutidos por Bolsonaro durante a reunião ministerial na manhã desta quarta-feira. A avaliação no Palácio do Planalto é que o fato de não haver uma pauta setorial e se tratar de um movimento ser descentralizado dificulta a atuação do governo. Por isso, os recados enviados pelo presidente para tentar desarticular a ação dos caminhoneiros.

Comentários

Cotidiano

Na Capital do Acre, pais terão que assinar Termo de Autorização antes de imunizar crianças de 5 a 11 anos

Publicado

em

De acordo com a Nota Técnica publicada pela Prefeitura de Rio Branco a respeito da vacinação em crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19, com o imunizante Pfizer, dose pediátrica, o Departamento de Vigilância Epidemiológica afirma que os pais ou responsáveis assinarão um termo no ato da aplicação da vacina. Recomenda-se que toda criança deve estar acompanhada de adulto responsável.

“Toda criança deve estar acompanhada do pai/mãe e/ou responsável legal. Todos os pais/mães devem assinar o Termo de Autorização anexo, e receber as informações sobre possíveis reações esperadas”, diz o trecho do documento que o Notícias da Hora teve acesso.

Ainda de acordo com a Nota Técnica, crianças com histórico de outras doenças [Comorbidades] devem tomar o imunizante sob prescrição médica.

A vacinação em crianças terá início amanhã (17) somente para àquelas que tem 11 anos completo. O cronograma vai seguir conforme o avanço das faixas etárias na ordem decrescente de idade Ou seja, de 11 a 5 anos de idade.

A secretária Municipal de Saúde, Sheila Andrade, assina o documento. Amanhã, o prefeito Tião Bocalom e Sheila Andrade darão uma coletiva de imprensa a partir das 8h30 na Unidade de Saúde da Família Maria Áurea Vilela, no bairro Cadeia Velha.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Criança cai em poço de oito metros e morre afogada, em Sena Madureira

Publicado

em

O menino com idade entre 5 e 8 anos foi resgatado, mas não resistiu (Foto: Cedida)

A tragédia aconteceu neste domingo, 16. O menino chegou a ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e o óbito foi confirmado no Hospital João Câncio Fernandes

A Gazeta do Acre

Uma criança morreu afogada na manhã deste domingo, 16, após cair em um poço de aproximadamente oito metros de profundidade na própria casa, no bairro Cristo Libertador, em Sena Madureira, a cerca de 140km da capital do Acre, Rio Branco.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, os militares foram chamados e se deslocaram imediatamente, no entanto, ao resgatarem a criança de dentro do poço, fizeram todas as manobras possíveis de ressuscitação, mas não conseguiram reanimar o menino, cujo nome e idade não foram revelados.

O menino foi levado ao Hospital João Câncio Fernandes, onde o óbito foi confirmado pela equipe plantonista.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Mega-sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 16 milhões

Publicado

em

Números sorteados foram 15, 17, 20, 35, 37 e 43.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.444 da Mega-sena, sorteadas nesse sábado (15) em São Paulo. Os números foram 15, 17, 20, 35, 37 e 43.

O sorteio foi realizado no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê. A estimativa para o próximo concurso, na quarta-feira (19), é de R$ 16 milhões.

Acertaram a quina 58 apostadores que vão receber, cada um, R$ 30.313,67. A quadra teve 3.161 ganhadores, com prêmio individual de R$ 794,59.

As apostas podem ser feitas até as 19h nas casas lotéricas, no portal Loterias Caixa e no app Loterias Caixa. Clientes do banco podem usar o Internet Banking Caixa.

O valor da aposta simples é R$ 4,50.

Comentários

Continue lendo

Em alta