Homem de nacionalidade brasileira não foi identificado, foi enforcado em praça pública.

Barbárie teria acontecido após uma cobrança de uma dívida e um segundo escapou

Um crime envolvendo um brasileiro ainda não identificado, ocorreu na cidade de San Julian, município distante cerca 140 km de Santa Cruz. Segundo foi informado pelos meios de comunicação e redes socais, o linchamento aconteceu na noite desta segunda-feira, dia 19.

O homem que aparentava ter cerca de pouco mais de 30 anos, e não teve o nome divulgado, teria ido cobrar uma dívida junto na companhia de outro. No local, a situação teria saído de controle quando uma mulher saiu gritando por socorro.

A pequena cidade não possui uma delegacia e com a ausência de policiais, os brasileiros foram perseguidos, sendo que um foi ferido e capturado, enquanto o segundo entrou num carro e saiu da cidade.

Homem ainda foi fotografado amarrado momentos antes de ser enforcado.

O homem foi espancado e levado para a praça central da cidade. Sem controle, os moradores decidiram fazer justiça com as próprias mãos, após espancar, foi sentenciado a morte e enforcado em uma árvore.

Somente horas depois, os policiais do vilarejo vizinho de Quatro Cañado chegaram e nada mais pode ser feito. O corpo foi resgatado e levado outra cidade vizinha e entregue às autoridades.

A pequena cidade de San Julia não possui efetivos policiais desde o ano de 2017, quando populares realizaram outro linchamento e enforcamento na mesma praça, acusado de ter cometido um assassinato de um policial.

Em pleno século 21, em comunidades isoladas no interior da Bolívia é comum praticarem seu próprios julgamentos, que vão desde açoitamentos à pena de morte.

Somente após ser enforcado em uma árvore em praça pública, o policiais da cidade vizinha chegou e resgatou o corpo.

 

Comentários