Maconha, cocaína e crack foram apreendidos com o Márcio no momento da abordagem pelos investigadores de Epitaciolândia.
Maconha, cocaína e crack foram apreendidos com o Márcio no momento da abordagem pelos investigadores de Epitaciolândia.

Alexandre Lima

Se encontra preso na delegacia de Epitaciolândia, cidade distante 240 km da capital acreana na fronteira com a Bolívia, um homem acusado de estar praticando o tráfico de entorpecentes e que vinha sendo acompanhado pelos investigadores a cerca de três meses.

Segundo foi apurado, Márcio Gleidson Rodrigues da Silva, de 25 anos, vinha sendo investigados a cerca de três meses, período em que ele mesmo iniciou o trabalhar no tráfico de entorpecentes, onde montou um espécie de ponto de venda e fornecimento no Bairro José Hassem.

Márcio vinha atuando no tráfico a pelos menos três meses na fronteira.
Márcio vinha atuando no tráfico a pelos menos três meses na fronteira.

Márcio passou a trabalhar como mototaxi no lado boliviano, com o intuito de disfarçar o tráfico na fronteira, mas foi descoberto. Foi quando o investigadores de Epitaciolândia passaram a monitorar os seus passos até fechar o cerco neste final de semana.

Com o acusado, foi encontrado uma quantia de cloridrato de cocaína pura, conhecido como ‘brilho’. Além de vender, também era fornecedor para as ‘bocas’ na fronteira de crack e maconha e já sabia que poderia ser preso a qualquer momento.

Com a prisão de Márcio, os agentes acreditam tenham dado um duro golpe no fornecimento de drogas nas bocas, até aparecer alguém que fique em seu lugar. O acusado está a disposição da Justiça, após o delegado ter realizado o flagrante do mesmo.

Sua transferência par ao presídio na Capital será questão de horas.

IMG-20150718-WA0103

IMG-20150718-WA0104

IMG-20150718-WA0112

Comentários