Conecte-se conosco

Cotidiano

Butantan entrega mais 2,2 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

Publicado

em

Instituto Butantan já repassou 27,8 milhões de doses de vacinas ao Programa Nacional de Imunização; acordo prevê 46 milhões de doses até o final de abril

O Brasil também recebeu no fim de semana 1 milhão de doses da vacina da Covax Facility, iniciativa liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para dar acesso igualitário aos imunizantes contra Covid-19

Da Reuters

O Instituto Butantan entrega nesta quarta-feira (24) uma nova remessa de 2,2 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela laboratório chinês Sinovac, ao Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, informou o governo do Estado de São Paulo, ao qual o instituto é vinculado, em nota.

Com a entrega desta remessa, o total de doses da CoronaVac entregues ao PNI chegará a 27,8 milhões. O contrato do Butantan com o Ministério da Saúde prevê a entrega de 46 milhões de doses até o final de abril e de mais 54 milhões de doses até setembro, que o instituto paulista promete antecipar para agosto.

De acordo com a nota, o Butantan, que está envasando a CoronaVac no Brasil após receber o insumo farmacêutico ativo (IFA) do imunizante importado da China, aguarda para até o fim deste mês a chegada de matéria-prima suficiente para 6 milhões de doses da vacina para garantir o cumprimento da primeira parte do contrato, que prevê 46 milhões de doses até abril.

Butantan e ministério também mantêm tratativas para um lote adicional de 30 milhões de doses da CoronaVac, cujos termos de contrato estão sendo negociados entre as duas partes.

Na terça-feira (23), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que está envasando no Brasil a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca com a Universidade de Oxford, reduziu em mais de 10 milhões de doses o número de vacinas a serem entregues ao Ministério da Saúde no mês de abril, passando de uma previsão inicial de 30 milhões para 18,8 milhões.

Até o momento, a Fiocruz envasou 500 mil doses da vacina da AstraZeneca e importou outras 4 milhões de doses do imunizante prontas da Índia. O Brasil também recebeu no fim de semana 1 milhão de doses da vacina da Covax Facility, iniciativa liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para dar acesso igualitário aos imunizantes contra Covid-19.

No momento, o Brasil tem apenas a CoronaVac e a vacina da AstraZeneca, ambas aplicadas em duas doses, na campanha de vacinação contra Covid-19. Segundo dados da Fiocruz, 8% do público-alvo para vacinação no Brasil recebeu a primeira dose, e 2,71% já foi imunizado com a segunda.

Na terça, o Ministério da Saúde pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para importação de 20 milhões de doses da Covaxin, vacina contra Covid-19 do laboratório indiano Bharat Biotech, que ainda não tem autorização para uso emergencial no Brasil.

Comentários

Cotidiano

PM veta pedido do Fluminense para utilizar ingressos do Ceará, em despedida de Fred

Publicado

em

Por

Tricolor se reuniu com PM para analisar a possibilidade de utilizar ingressos que sobrassem da equipe cearense no próximo sábado, no Maracanã

O Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE), da Polícia Militar do Rio, vetou nesta terça feira o pedido do Fluminense de utilizar os ingressos que não serão usados pela torcida do Ceará. As duas equipes no próximo sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Sábado será dia de festa para a despedida do atacante Fred, que vai defender o Fluminense um última vez diante do time cearense. O Tricolor já vendeu todos os seus ingressos para a partida e vislumbrou a possibilidade de usar os que sobrassem do visitante. Em nota, a PM informou que não será possível atender à solicitação por uma questão de segurança.

Torcida do Fluminense no Maracanã contra o Cruzeiro — Foto: Marina Garcia / Fluminense FC

Torcida do Fluminense no Maracanã contra o Cruzeiro — Foto: Marina Garcia / Fluminense FC

– Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que após inspeção técnica realizada pelo Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE) para verificar a possibilidade do aumento de carga e a viabilidade do projeto apresentado pelo Fluminense Football Club foi constatado que contraria a norma do dispositivo previsto no Estatuto do Torcedor, que prevê barreiras físicas separando as torcidas mandantes das visitantes. Por este motivo, foi negada a solicitação realizada pelo clube – diz a nota.

No último domingo, Fred chegou a fazer um apelo pelas redes sociais à direção do Ceará para que cedessem a carga de ingressos destinada à torcida do Vozão. Veridiano Pinheiro, diretor de operações do Ceará, descartou essa possibilidade, em entrevista ao Diário do Nordeste.

Ao todo, o Fluminense vendeu 56 mil ingressos que estavam a disposição de sua torcida – todos foram adquiridos por sócio-torcedores. Também foram esgotadas as gratuidades.

Com o último jogo dentro do contrato de Fred marcado para acontecer contra o Goiás, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense decidiu promover a despedida uma rodada antes, no Maracanã.

Pelo Fluminense, Fred acumula dois Campeonatos Brasileiros, em 2010 e 2012, e dois Campeonatos Cariocas, vencidos em 2012 e 2022, além do título da Primeira Liga em 2016. Ao todo, disputou 380 jogos e marcou 198 gols.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei; veja resultados

Publicado

em

AABB Escolinha supera Quinari no naipe feminino por 3 sets a 0 e Teles B bate AABB Escolinha no naipe masculino com mesmo placar, nessa segunda-feira, no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco

Duas partidas válidas pela quinta rodada do Copão Zé Carlos de Vôlei Masculino e Feminino foram disputadas nessa segunda-feira (4), no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco (AC). A AABB Escolinha e o Teles B saíram vitoriosos de seus respectivos compromissos.

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei — Foto: FRV

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei — Foto: FRV

Na preliminar, pelo naipe feminino, a AABB Escolinha superou o Quinari por 3 sets a 0 com parciais 25 x 17, 25 x 13 e 25 x 17. Na sequência, pelo naipe masculino, o Teles B bateu a AABB Escolinha também por 3 sets a 0: 25 x 23, 25 x 13 e 25 x 20.

A AABB Escolinha somou os primeiros três pontos no naipe feminino e pulou para segunda posição ao lado da AABB, que tem mesma pontuação. O Teles B subiu para terceira colocação e encostou no Quinari com três pontos cada.

A competição tem sequência na próxima sexta-feira (8), com duas partidas no mesmo local: Teles A x AABB (19h) e Floresta x Mascarenhas Master (20h30). Ambos jogos do naipe masculino.

Classificação – Feminino

Jotas Academia — 6 pts
AABB — 3 pts
AABB Escolinha — 3 pts
Quinari — 0
Floresta — 0

Classificação – Masculino

Teles A — 6 pts
AABB — 6 pts
Quinari — 3 pts
Teles B — 3 pts
AABB Escolinha — 0
Mascarenhas Master — 0
Floresta — 0

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi

Publicado

em

Por

Montante contempla nove federações para incentivo das categorias de base e viabilização de participação das modalidades nos Jogos Escolares. Diretor de esportes cita importância do apoio

O esporte acreano ganhou um incentivo milionário do Governo do Acre para temporada. O diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Júnior Santiago, anunciou nessa segunda-feira (4), um convênio firmado com nove federações no valor de R$ 1,9 mi.

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi — Foto: Divulgação/Assessoria SEE

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi — Foto: Divulgação/Assessoria SEE

As federações gratificadas são as seguintes: Federação de Taekwondo do Estado Acre, Federação Acreana de Atletismo, Federação Acreana de Vôlei (Feav), Federação Acreana de Futevôlei (FAFTV), Federação Acreana de Futsal (Fafs), Federação Acreana de Xadrez, Federação de Desporto Universitário Acre (FDUA), Federação de Tênis de Mesa do Estado do Acre (FTMEAC) e Federação Acreana de Ciclismo.

De acordo com o gestor, os valores repassados às federações têm como objetivo incentivar categorias de bases e viabilizar a participação das modalidades nos Jogos Escolares. Os recursos também serão usados para custear a ida de estudantes para a etapa nacional.

Segundo Júnior Santiago, o termo de fomento vai beneficiar mais de 7 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente com o esporte amador e escolar no estado.

Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes — Foto: Kelton Pinho

Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes — Foto: Kelton Pinho

Essa nova modalidade dos Jogos Escolares faz com que todos sejam privilegiados e contemplados com as realizações das etapas estaduais dos Jogos Escolares, levando tanto para o JEB’s (…) como os Jogos da Juventude.

— Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretária Estadual de Educação, Cultura e Esportes.

— Pela primeira vez sendo realizado um convênio no nosso estado com federações. O governo fomentando através do nosso governador Gladson Cameli, que é um compromisso de campanha, um compromisso de governo, fazendo com que o esporte na sua base como todo seja contemplado e essas crianças e adolescentes podem viver um sonho de sair do nosso estado, representando o estado e abrindo uma oportunidade em suas carreiras profissionais — completa o gestor.

Os valores do convênio não foram divididos igualmente entre as entidades. A Feav, por exemplo, vai receber R$ 418 mil para as modalidades vôlei de quadra e vôlei de praia. Já a Federação de Taekwondo do Estado do Acre será contemplada com R$ 145,14 mil. O ge não teve acesso ao documento completo com a divisão dos valores. (Veja parte do documento abaixo)

Repasses do governo para federações acreanas  — Foto: Reprodução

Repasses do governo para federações acreanas — Foto: Reprodução

De acordo com o gestor, essa divisão diferenciada para cada entidade foi feita porque os custos são diferentes para esportes individuais e coletivos. Segundo Júnior Santigo, até o fim desta semana os repasses serão efetuados. Algumas federações não foram contempladas por questões relacionadas a documentação.

Comentários

Continue lendo

Em alta