Prefeita Marilete Vitorino tem prazo de dez dias para se manifestar sobre denúncia. Dos 11 vereadores, oito votaram a favor do pedido de cassação do mandato da prefeita.

Prefeita Marilete Vitorino tem prazo de dez dias para se manifestar sobre denúncia (Foto: Montagem)
Com Raimundo Accioly

Câmara de Vereadores do município de Tarauacá aprovou, durante sessão desta terça-feira (14), o pedido de cassação do mandato da prefeita Marilete Vitorino. De acordo com o presidente da Câmara, vereador Carlos Tadeu, a medida foi após a Casa receber denúncia de supostas infrações político-administrativas.

A reportagem entrou em contato com Marilete, mas até a publicação desta reportagem não obteve resposta.

______________

No documento encaminhado aos vereadores, o denunciante relata vários fatos irregulares, pede investigação e o afastamento da prefeita do cargo.

______________

Os vereadores presentes à sessão aprovaram por unanimidade o recebimento da denúncia. Votaram a favor os parlamentates Radamés Leite, Janaina Furtado, Lauro Benigno, Antônio Araújo, Raquel Souza, Neirimar Lima e Ezi Aragão. Valdor do Ó, Narso Kaxinawá e Diógenes Fernandes não estavam na sessão.

A Câmara deve nos próximos dias instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para cuidar do caso.

Conforme o presidente, dos 11 vereadores que atuam na Câmara, oito votaram a favor do pedido de cassação de Marilete. A prefeita tem um prazo de dez dias para se manifestar a respeito da denúncia.

“Recebemos denúncia de que a prefeita fez uma viagem no mês passado e transferiu a prefeitura para o sub-procurador jurídico, sendo que a cidade estava com o vice-presidente da câmara, já que eu também não estava aqui. Além disso, ela não comunicou ao poder judiciário e diretamente tomou essa decisão”, disse o presidente.

Comentários