“Essa ponte não é minha e de nenhum partido, ela é do povo do Acre, do povo de Rondônia e do povo brasileiro (…), mostra a importância da união das bancadas da região norte pelo fortalecimento dos estados e das pessoas que moram na Amazônia” disse Gladson Cameli.

Cameli-visita-a-ponte-sobre-o-Rio-Madeira-9

O deputado federal Gladson Cameli (PP-AC) fez na tarde de ontem (5), uma visita técnica à obra da ponte sobre o Rio Madeira, no estado de Rondônia. Acompanhado dos deputados estaduais eleitos Jairo Carvalho (PSD) e Eliane Sinhasique (PMDB), a caravana encabeçada pelo progressista foi recepcionada pelo vice-governador do estado de Rondônia, Airton Pedro Gurgacz. Cameli além de reafirmar seu compromisso com a construção de uma das obras mais importantes para o desenvolvimento da região, principalmente para o Acre, defendeu a união das bancadas da Amazônia.

“Esta obra mostra a importância da união das bancadas da região norte pelo fortalecimento dos estados e das pessoas que moram na Amazônia e ainda, a implementação de ações que promovam o desenvolvimento,” disse Cameli.

Acompanhado do vice-governador Airton Pedro Gurgacz, Cameli conheceu um dos canteiros instalado na margem do Distrito Vista Alegre, a 248 km de Rio Branco. O deputado cumprimentou os operários e viu de perto o trabalho da parte das fundações dos pilares.

cameli-ponte“Ouvimos do engenheiro a garantia de que com os recursos existentes em caixa e os que estão previstos não haverá atraso nas obras, nem mesmo com uma possível cheia do Rio Madeira,” comentou o progressista.

Para o vice-governador do estado de Rondônia a logística sonhada há 40 anos é importante para o Brasil, vai acabar com a demora entre 8 e até 10 horas para a travessia de caminhoneiros e ajudar na economia do Acre. Ele lembrou o empenho da presidente Dilma Rousseff.

“A presidente Dilma tem sido extremamente atenciosa com o povo de Rondônia. Concluímos a ponte do Humaitá e ela agora não está deixando faltar recursos para que não tenha nenhum atraso nesta obra da ponte que ligará Rondônia e Acre”, acrescentou Gurbacz.

O vice-governador elogiou a proposta do deputado federal Gladson Cameli de unir as bancadas da Amazônia em torno dos interesses da região. “Temos que unir o Acre, Rondônia, o Amazonas, o Pará, o Amapá e Roraima. Em bloco devemos lutar por obras dessa envergadura. Graças a Deus temos um deputado e Senador eleito como o Gladson, que veio aqui e vai pela BR de carro até Porto Velho para conhecer de perto o andamento dos trabalhos de recuperação da rodovia e defender em Brasília a celeridade desses investimentos fundamentais para o povo do seu estado”, concluiu Gurbacz.

Ainda durante a visita, Cameli afirmou que mesmo com as garantias do governo federal vai continuar vigilante e como Senador da República a partir de fevereiro, acompanhar passo a passo o cronograma financeiro que garante a conclusão da ponte.

“Essa ponte não é minha e de nenhum partido, ela é do povo de Rondônia, do povo acreano e do povo brasileiro”, concluiu o deputado.

PONTE DO MADEIRADADOS TÉCNICOS:

A ponte que ligará Rondônia ao Acre terá um km de extensão, vão livre de 170 metros e 19 metros de altura. O projeto orçado em R$ 128 milhões está sendo executado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Atualmente a obra gera 50 empregos diretos, mas no seu pico, vai gerar mais de 250 postos de trabalho. A conclusão está prevista para 2017.


 

Com ac24horas.com

Comentários