Câmera de vítima filma roubo de moto e PM baleando criminoso

Alvo de assaltantes seria moto de luxo da vítima. Para a Polícia Militar, resposta de oficial “foi legítima”; assista Uma câmera acoplada no capacete de um motociclista registrou uma tentativa...

Alvo de assaltantes seria moto de luxo da vítima. Para a Polícia Militar, resposta de oficial “foi legítima”; assista

Uma câmera acoplada no capacete de um motociclista registrou uma tentativa de assalto na leste de São Paulo, no sábado (12). Após a abordagem dos assaltantes, o vídeo mostra um PM atirando contra o criminosos. As imagens se tornaram viral na rede social Facebook com o título “Foi roubar Hornet e levou bala”.

Abordagem dos bandidos no semáforo para roubar a moto - Foto: captura
Abordagem dos bandidos no semáforo para roubar a moto – Foto: captura

A Polícia Militar de São Paulo confirmou a veracidade do vídeo. A vítima seguia em moto de luxo, às 14h, quando foi abordada no cruzamento das avenidas Dr. Assis Ribeiro e Gabriela Mistral. Um dos suspeitos conseguiu fugir. O roubo foi testemunhado por um PM, que estava saindo de serviço, em seu veículo particular, ainda fardado.

Criminoso armado foi identificado como Leonardo Escarante
Criminoso armado foi identificado como Leonardo Escarante

O suspeito que aparece armado e que foi baleado pelo policial seria Leonardo Escarante, de 18 anos. Ele recebeu dois disparos, um na região do abdômen e outro na perna, e foi encaminhado ao pronto-socorro do Tatuapé. Não há informações sobre seu estado de saúde. O caso foi registrado no 10º DP.

Para a corporação, que emitiu uma nota comentando o caso, o policial cumpriu o seu dever ao sair de seu carro para ajudar a vítima. “Ao intervir na ocorrência, percebeu o criminoso apontando a arma em sua direção e efetuou dois disparos com sua pistola ponto 40”. Ainda de acordo com o texto, a atuação do PM “foi legítima e correta, com a observância das técnicas policiais”.

“No vídeo de 2 minutos e 13 segundos, aos 59 segundos é possível ver nitidamente que o assaltante apontou sua arma em direção ao PM”, defende a corporação. A polícia concluiu ainda que o oficial demonstrou “preparo e compromisso com a causa pública”.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

Comentários