Uma capivara, de aproximadamente 40 kg, apareceu morta na Avenida Getúlio Vargas, bairro Bosque, em Rio Branco, na manhã desta quinta-feira (18).

O animal, segundo moradores do entorno, foi atropelado durante a madrugada. O que chama a atenção é o local onde a capivara apareceu, bem distante do habitual espaço onde são vistas com frequência, no lago da UFAC.

O animal estava jogado a margem da avenida, bem em frente a Federação do Comércio.

A secretária municipal de Meio Ambiente, Paola Daniel, procurada pela reportagem, explicou que as capivaras são animais nômades, que.migram com frequência de um local para outro, e wu está, pode ter ser perdido do bando.

“Na verdade elas se encontram em todos os lugares, não estão somente da UFAC. Capivara é um animal que se reproduz muito rápido e não possui muitos prestadores no perímetro urbano.

Ela e um animal aquático e terrestre, em razão da proliferação de sua espécie elas estão procurando outros lugares para habitar. Por exemplo no Horto ja encontramos varias, no Parque São Francisco, no lago do 7º BEC.

As Capivaras que chegaram ao Horto seguiram pelo córrego do Rio São Francisco.
E essa que foi atropelada, provavelmente se perdeu no bando, disse ela.

Por Jairo Barbosa

Comentários