Charlenildo teve que ser transferido para Rio Branco, onde seria operado para retirada de projétil
Charlenildo teve que ser transferido para Rio Branco, onde seria operado para retirada de projétil

Alexandre Lima

O jornal oaltoacre.com, obteve com exclusividade, imagens do circuito de segurança do Bar Supremo localizado na cidade de Epitaciolândia, onde ocorreu uma tentativa de homicídio por arma de fogo, na noite deste sábado, dia 28, por volta das 21h00.

A vítima, Charlenildo da Silva Ribeiro (26), foi atingido na região escrotal e peniana quando um desses disparos teria ricocheteado no chão. O suspeito que se encontra foragido teria efetuado cerca de três tiros no local, saiu do bar andando e depois dirigindo um carro modelo Corsa/Chevrolet de cor preta.

Circuito de segurança registrou momento da agressão e disparos no local - Foto: captura
Circuito de segurança registrou momento da agressão e disparos no local – Foto: captura

Após mais investigações sobre o caso, se pode ver que o bar já estava quase fechando quando aconteceu o incidente. Pelas imagens, o homem que efetuou os disparos chegou no local por volta das 21h06, momentos após passar uma viatura da Polícia Militar em frente ao estabelecimento.

Foi levantado que o homem que estava armado, teria flertado e retirado uma mulher da mesa onde estava vários amigos bebendo e comemorando a vitória da Seleção Brasileira. Foi quando Charlenildo teria tomado as dores do colega que também paquerava a mulher e foi tomar satisfação.

Durante alguns minutos, se iniciou uma confusão que partiu para agressão física. O homem que está de camisa clara, sacou a pistola que estava em sua cintura efetuou os disparos para o chão, sendo que um dos projéteis, bateu no chão e acertou as partes íntimas do rapaz.

Segundos antes, uma viatura passou em frente ao bar - Foto: Captura
Segundos antes, uma viatura passou em frente ao bar – Foto: Captura

Tranquilamente, o homem saiu do local e entrou no seu carro tomando rumo ao hotel onde estava hospedado. Se levantou que o mesmo sequer teria feito registro, mas foi identificado com o nome de Edson Vieira do Nascimento e seria agente penitenciário.

O acusado fugiu rumo à Capital em seu veículo e o caso está sendo investigado pelas autoridades da fronteira. Todos os envolvidos serão intimados a prestar depoimento e Charlenildo foi transferido para Rio Branco, onde passaria por cirurgia para a retirada do projétil que ficou alojado.

Matéria relacionada:

Comemoração de jogo termina em tiroteio e homem é atingido em partes íntimas

VEJA VÍDEO EXCLUSIVO ABAIXO

Comentários