Acre deve ser o 1º Estado da região norte a ganhar Centro de Inteligência de Fronteira que deverá ser instalado no antigo prédio do Centro Médico do Tribunal de Justiça do Acre, localizado na Avenida Ceará, no Centro de Rio Branco, até o final do ano. O ac24horas apurou que o processo de desapropriação da área já está avançado e que um projeto para o edifício já está pronto.

O Centro seria o ponta-pé inicial para as ações do Ministério da Justiça, comandado por Sérgio Moro, em combate ao tráfico de drogas, armas e organizações criminosas na Fronteira do Acre com a Bolívia o Peru.

Para otimizar a coordenação das ações de Inteligência, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) instala Centros que entram em funcionamento antes do início da fase repressiva para a produção antecipada de informações estratégicas à operações que devem ocorrer contra o crime. Os relatórios antecipam obstáculos à atuação das forças de segurança e auxiliam o planejamento das missões da fase repressiva.

Em paralelo as medidas do Ministério Justiça, nos próximos 70 dias o governo do Acre deve receber 110 caminhonetes Mitsubishi’s que serão distribuídas entre Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Instituto Socioeducativo e Instituto de Administração Penitenciária. Essas viaturas também auxiliarão os trabalhos do Batalhão de Fronteira que será gerenciado pelo Coronel Ulysses Araújo. O Batalhão atuará nas regiões de Cruzeiro do Sul, que faz fronteira com o Peru, e na Região do Alto Acre, que é cercado pela fronteira com a Bolívia e Peru também.

Comentários