Conecte-se conosco

Flash

Cidade de Xapuri ainda não revacinou pessoas que tomaram doses vencidas contra a Covid

Saúde do município informou que houve a aplicação de 51 doses vencidas em Xapuri. E aguarda avaliação dos casos para poder aplicar ou não outra dose do imunizante.

Publicado

em

Doses da AstraZeneca/Fiocruz foram aplicadas fora do prazo em Xapuri – Foto: PRISCILA NOLASCO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Por Alcinete Gadelha

Os 51 moradores da cidade de Xapuri, no interior do Acre, que devem receber uma dose extra do imunizante Oxford/AstraZeneca ainda não começaram a ser revacinados, segundo informou a prefeitura, nesta segunda-feira (12). Eles tomaram doses da vacina contra a Covid-19 vencida em três lotes referentes aos meses de abril e junho.

Um levantamento baseado no cruzamento de dados oficiais do governo federal, divulgado no último dia 2, apontou que pessoas teriam recebido doses vencidas contra a Covid-19. A saúde municipal havia negado aplicação de vacina fora do prazo. Mas, voltou atrás no dia 5 e divulgou que 51 pessoas tinham tomado o imunizante vencido.

Na mesma época, o diretor de ações básicas de Xapuri, enfermeiro Francisco Andrade da Silva Souza, falou que todos os 51 moradores que aparecem na lista já foram identificados e são monitorados.

Nesta segunda, ele disse que a revacinação ainda não começou e que aguarda avalição do Centro Estadual de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie) para saber se os pacientes vão ser revacinados ou não. A reportagem aguarda resposta da Secretaria Estadual de Saúde sobre a avaliação.

“Vai ser avaliado pelo Centro Imunobiológicos de Rio Branco e eles vão avaliar caso a caso se precisa revacinar ou não. Então, estamos esperando esse aval deles e, após o corpo técnico avaliar, vamos entrar em contato com os pacientes para fazer a imunização ou não. Nós notificamos no sistema e preenchemos se houve reação adversa, se houve, quais são? E acreditamos que a vacina não perdeu a potência porque a maioria dos pacientes desenvolveu reação em até 24 horas”, disse.

Os pacientes estão sendo monitorados e avaliados caso a caso. O diretor disse que não há uma data estipulada para que haja a conclusão. Além disso, ele informou que após todo o processo, estas pessoas devem fazer o exame sorológico para saber se adquiriram anticorpos.

“Nós estamos ligando para todas as pessoas, algumas estão recusando, obviamente. A gente sabe que não existe exame que diga a eficácia da vacina, mas o município garantiu sorológico para todos, para ser feito depois de todo esse processo para saber se desenvolveram IGG, pode não ser da vacina, mas queremos saber se eles produziram anticorpo”, acrescentou.

Na última semana, a coordenação do Programa Nacional de Imunização no Acre (PNI) esteve no município, quando discutiram sobre o caso. O G1 não conseguiu contato com a coordenação.

Vacina vencida

No Acre, sete cidades apareceram no levantamento dos pesquisadores Sabine Righetti, da Unicamp, e Estêvão Gamba, da Unifesp: Rio Branco, Xapuri, Senador Guiomard, Acrelândia, Epitaciolândia, Porto Walter e Cruzeiro do Sul. O município com mais aplicações de doses fora do prazo, segundo a lista divulgada, seria Xapuri.

Procuradas pela reportagem, as sete prefeituras negaram que tinham aplicado doses vencidas.

Contudo, depois de negar, a Secretaria de Saúde de Xapuri informou que fez uma auditoria e verificou que algumas doses de três lotes do imunizante podem ter sido aplicadas fora do prazo. São os seguintes lotes:

  • CTMAV501: válido até 30 de abril;
  • 4120Z025 – válido até 4 de junho;
  • 410Z004 – válido até 13 de abril.

Moradores identificados

O enfermeiro destacou também que as pessoas que tomaram as doses têm acima dos 60 anos, público que era atendido na época, e pessoas sem comorbidades que participavam do reaproveitamento de doses.

“Os lotes chegaram em março, dia 25, e eram para ter sido aplicados até 30 de abril. Alguns tomaram a primeira dose e outros a segunda. Ainda estamos fazendo um levantamento para saber quantos tomaram a primeira e quantos a segunda. Conversamos com eles, não tiveram nenhuma reação, estão bem, alguns entraram em contado com o infectologista e devem receber a segunda dose depois de 45 dias. Não houve complicações”, justificou.

O profissional explicou que, na época do recebimento dos lotes, havia pouca procura pela vacinação contra a Covid-19. “Foi baixa procura mesmo, as doses ficaram armazenadas e não se percebeu o prazo de validade. Muitas doses o público não procurou. Foi comunicado à coordenação do PNI. Estamos fazendo um levantamento para saber o total de vacinados, não posso dizer se pode ser mais, estamos levantando”, concluiu.

‘Erro de imunização’

A orientação repassada pelo Programa Nacional de Imunização no Acre (PNI) para a saúde municipal de Xapuri é que todos os moradores que tomaram o imunizante vencido sejam revacinados. A coordenação do PNI informou também à reportagem que apenas o município avisou sobre a aplicação vencidas de doses.

“A secretaria municipal deve notificar o caso, vacinar novamente a pessoa e acompanhar essa pessoa por seis meses”, orientou a coordenadora do PNI, Renata Quiles.

Comentários

Flash

Prefeitura envia para Câmara de Vereadores projeto para a criação do Conselho Municipal de Cultura

Publicado

em

Projeto de Lei que visa criar o Conselho Municipal de Cultura de Epitaciolândia foi encaminhado para a Câmara de Vereadores de Epitaciolândia em 16 de agosto de 2022.

A criação do Conselho permitirá a participação popular na definição de políticas públicas voltadas para cultura, bem como permitirá a criação do Fundo Municipal de Cultura, gerido pelo Conselho, permitindo o recebimento de recursos de leis federais baseados nas Leis Paulo Gustavo, Aldir Blanc, Rouanet dentre outras.

“É uma iniciativa louvável do prefeito Sérgio Lopes em enviar para apreciação dos nossos vereadores o projeto que cria o Conselho Municipal de Cultura e o Fundo Municipal de Cultura, com ele aprovado podemos criar comissões e fomentar nossa cultura com mais agilidade, contando com a participação e interação popular.” Destacou o Diretor de Cultura Reggis Silva.

Comentários

Continue lendo

Flash

Turismo religioso tem se consolidado em várias regiões do Acre

Publicado

em

Foto: Fernando Oliveira

No Acre o turismo religioso tem se consolidado como um dos trades mais relevantes, movimentando a economia e criando novos postos de trabalho.

No último sábado, 13, foi realizada em Assis Brasil a tradicional Caminhada Religiosa e Ecológica Raimunda Alma do Bom Sucesso, evento que reúne vários fiéis brasileiros e dos países vizinhos.

A Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet) esteve presente para apurar dados e trocar informações com a comunidade, que tem investido no evento para receber diversas pessoas que vão ao local exercer a sua devoção.

“A tradicional caminhada atrai diversos fiéis, gerando movimentação da economia local e expandindo a criação de pousadas no Alto Acre, assim como em Cruzeiro do Sul”, disse a chefe da Coordenação de Monitoramento e Planejamento Turístico, Rita Ramos.

A chefe da Divisão de Turismo da Seet, Risoleta Queiroz, afirma que “um dos pontos de destaque é a geração de trabalho devido ao evento, por exemplo, com motociclistas oferecendo serviço de transporte de passageiros e bagagens, o que pode ser aperfeiçoado”.

Comentários

Continue lendo

Flash

Jovens de Epitaciolândia vence fase estadual nos jogos escolares e vão para nacional no Rio de Janeiro

Publicado

em

Alana mayene e Ervillym Miller são consagradas campeãs da fase estadual de atletismo nos Jogos Escolares 2022

Com a colaboraçao de Enagi Peres

As estudantes Alana Mayene e Ervillym Miller, são estudantes da escola Joana Ribeiro Amed do município de Epitaciolândia e sonham em ser atletas profissionais. As atletas foram as vencedoras da fase estadual do jogos escolares na categoria feminino do atletismo de 12 à 14 anos de 600 e 800 metros.

As campeãs regionais conquistaram o pódio na fase estadual dos jogos escolares que aconteceu na capital e agora irão representar o Acre na fase nacional que acontecerá no Rio de Janeiro.

Ambas fazem parte da escolinha de Futsal Revelação, que é um projeto social idealizado pela educadora física Jessyane Maia, professora e treinadora das atletas. Jessyane é formada em educação física, atua de forma voluntária para a conquista do sonho das garotas.

A professora revela que viu em suas alunas o potencial que elas tinham quando se tratava do atletismo.
” Tenho um projeto do qual realizo com muito amor e dedicação, que tem o objetivo de incentivar o esporte feminino, e, quando se trata de talentos no esporte não é difícil reconhecer quem tem, essas alunas sempre se destacaram na parte física e quando eu envolvia o atletismo nas aulas passei a enxergar o potencial delas, estive ao lado delas nessa caminhada, e aos poucos fomos chegando no nosso objetivo, foram dias de muito esforço e dedicação para hoje ver elas no pódio. Estou muito realizada com a conquista dessas meninas e o sentimento é de dever cumprido”. Concluí a professora.

Para a Campeã Alana, essa vitória é fruto de muito esforço e dedicação “Me esforcei muito para conseguir essa vitória e sem dúvidas ela só foi possível graças a minha professora, que acreditou em mim e sempre me incentivou, estou muito feliz em ser vitoriosa”. afirmou.

A campeã Ervillym esse é o começo do sonho de ser atleta profissional “Quero vencer a etapa nacional e começar minha história no atletismo”.

As duas atletas seguem firmes treinando para representar o estado na fase nacional dos jogos escolares que está acontecerá no Rio de Janeiro.

Comentários

Continue lendo

Em alta