As cidades do Acre sofrem com o impacto das chuvas. Em Feijó, a A Defesa Civil confirmou o deslizamento de um barranco provocou e a destruição de casas localizadas na Rua Epaminondas Martins, no Centro daquela cidade. Após a forte chuva que caiu na madrugada do sábado (12), uma casa desabou e ficou completamente destruída. “A Defesa Civil já tinha interditado essa mesma casa no ano passado”, relatou o tenente Marcelo, do Corpo de Bombeiros de Rio Branco. Não houve feridos.

Já na manhã deste domingo (13), Os Bombeiros realizaram vistoria às margens do Igarapé Batista, que devido às fortes chuvas dos últimos dias na cidade de Rio Branco, apresentou grande variação no nível das águas.

A súbita cheia afetou o bairro Raimundo Melo, alagando diversas ruas. Moradores das ruas Milton Campos, Santa Risa e Feijó, entre outras, tiveram de sair de casa em muitos casos. “A população diretamente atingida é estimada em 500 pessoas, cerca de 100 casas”, informou a Defesa Civil do Acre.

Os rios em todo o Estado seguem tendência de elevação em seus níveis e novos problemas podem ocorrer. Em Rio Branco, o Rio Acre apresentou subida ao longo deste domingo, junto com os igarapés que cortam a região, os quais são os que produzem mais impactos neste momento.

Comentários