Conecte-se conosco

Flash

CNM disponibiliza pesquisa nacional sobre vacinação nos Municípios

Publicado

em

Foto: Morsa Images/GettyImages

Pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre a vacinação nas cidades realizada com os gestores para compreender as pactuações na definição dos grupos prioritários e temas correlatos à organização em Estados e Municípios está disponível na Biblioteca Digital da entidade. O levantamento nacional foi feito em março e ocorreu em duas etapas.

De acordo com o estudo, 93,5% (3.987 dos gestores que responderam à pesquisa) afirmaram que o Estado apresentou plano estadual de vacinação. Em 94,1% (4.013 das respostas) foi indicada a pactuação na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) a respeito da vacinação dos profissionais de saúde. Já em 95% (4.050 gestores municipais) disseram que a pactuação da vacinação dos grupos de idosos ocorreu em CIB.

Por sua vez, 71,5% – ou 3.049 dos pesquisados – apontaram que o grupo prioritário das comorbidades já foi pactuado em CIB estadual. A segunda fase da pesquisa teve participação de 66,1% ,o equivalente a 3.683 dos Municípios, especialmente das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Nessa etapa, foram aplicadas 12 questões, com foco nas medidas de vacinação municipal. O formulário tratou de assuntos como a vacinação dos trabalhadores da Educação e Serviço Social; organização da vacinação dos grupos prioritários de idosos e comorbidades; situação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Adulta Covid-19 em relação ao início da pandemia e óbitos entre os profissionais de saúde em decorrência da pandemia.

Resultados

Ficou evidenciado que a maioria dos Municípios possui estrutura e quantitativo de profissionais para executar o Plano de Vacinação Nacional contra a Covid-19. Nesse aspecto, 81,9% dos pesquisados disponibilizaram pontos adicionais de vacinação como drive-thru e multipontos. Para isso, 87,6% dos gestores informaram que possuem a rede de frio com estrutura suficiente para dar conta do plano de vacinação. O estudo também fez questionamento em relação ao número de equipes necessárias para aplicação das vacinas. Em resposta, 89% dos representantes municipais pesquisados afirmaram positivamente a esse tópico.

Plano de Vacinação

Quando perguntados sobre quais são as fontes de recursos financeiros para a execução do Plano de Vacinação, 28,2% reportaram uso de financiamento próprio; 24,7% dos recursos de Atenção Primária à Saúde (APS). Outros 24,2% reportaram utilização de incentivos da Vigilância em Saúde (VS) e 20% indicaram que aplicaram recursos financeiros estaduais. No caso de disponibilidade de leitos de UTI Covid-19 ou UTI Adulto, 58,7% dos Municípios apontaram diminuição do quantitativo quando comparado ao início da pandemia.

Profissionais

Os Municípios ainda apontaram que não têm condições nesse momento de dar prioridade à vacinação aos trabalhadores da Educação (76,8%) e nem para os da Assistência Social (57,8%). Os servidores da Educação (básica e superior) constam, respectivamente, no grupo 19 e 20 do Plano Nacional. Os da Assistência Social, até o plano editado em março de 2021, ainda não tinham sido incluídos.

Uma situação preocupante apontada no estudo diz respeito à abordagem do indicativo de óbitos de profissionais da Saúde em decorrência da Covid-19. Em 87% das respostas, os Municípios indicaram casos nos anos de 2020 e início de 2021. Além das pesquisas nacionais por períodos contínuos, a CNM tem consultado semanalmente prefeitos a respeito do cenário da vacinação e da capacidade da Rede de Atenção à Saúde, em especial, os insumos e leitos de alta complexidade. Essas e outras informações relevantes também têm sido disponibilizadas em espaços da Biblioteca virtual da CNM e no celular dos gestores.

Pesquisa – Vacinação (Covid-19): fase 1 – Acesse aqui .
Pesquisa – Vacinação (Covid-19): fase 2 – Acesse aqui .

Agência CNM de Notícias

Comentários

Flash

Adolescentes tentam fuga durante apresentação de teatro e ferem agente do ISE na cabeça

Publicado

em

Por Leônidas Badaró

Oito menores internados no Instituto Socioeducativo Aquiry, localizado na Apolônio Sales, tentaram uma fuga da unidade na manhã desta terça-feira, 5, que terminou com um agente ferido na cabeça.

De acordo com as informações obtidas pelo ac24horas, os jovens infratores aproveitaram uma atividade de teatro realizada no espaço onde é o refeitório e tentaram fugir fazendo uma servidora de refém. A ação rápida dos agentes socioeducativos impediu que a fuga fosse concretizada.

O caos foi grande durante a confusão com cadeiras sendo arremessadas e quebradas, pedaços de estoque (arma artesanal) e confronto entre agentes e os adolescentes. Um agente recebeu um golpe na cabeça com uma cadeira onde abriu um corte profundo. O profissional, que não teve o nome revelado, foi levado para o pronto-socorro.

O ac24horas conversou com o Cel PM Mário César Freitas, presidente do ISE, que mesmo afastado se recuperando da Covid-19, deu explicações. “Foram oito adolescentes que tentaram a rebelião. Nossos agentes agiram rápido, mas infelizmente, um foi ferido com um corte na cabeça. Foi levado ao PS e graças a Deus, não houve nenhum trauma, apenas o corte no couro cabeludo. Todos os 8 foram levados para a delegacia, depois vão passar pelo IML e todos os demais procedimentos”, afirmou.

Comentários

Continue lendo

Flash

Limites da reserva Chico Mendes será reduzida caso PL 6024 seja aprovada

Publicado

em

O Projeto de Lei Nº 6024 que visa a alteração dos limites da Reserva Extrativista Chico Mendes, localizada nos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Capixaba, Epitaciolândia, Rio Branco e Sena Madureira, no Estado do Acre e modifica a categoria do Parque Nacional da Serra do Divisor, é de autoria da Deputada Federal Mara Rocha – PSDBAC e tem movimentado muitos debates de populares do estado desde 2019, ano em que o projeto entrou em tramite.

A reserva Chico Mendes foi criada em 1990 em homenagem ao seringueiro Chico Mendes que na noite de 22 de dezembro de 1988, foi executado a tiros na porta dos fundos de sua casa, em Xapuri. O assassinato reverberou em todo o mundo, levando o governo brasileiro a tomar medidas para prender os assassinos e reconhecer a importância da luta dos seringueiros.

Ate o presente momento, o projeto segue aguardando Parecer do Relator na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) e já esta aprovado as audiências para debater o projeto.

O Deputado Leo de Brito disse ao Jornal Oaltoacre.com que é contra o projeto e o mesmo pode ser considerado uma afronta aos residentes da reserva.

Já alguns moradores da reserva se mostraram favorável ao projeto, pôs, segundo eles, o projeto pode facilitar a produção da agropecuária e criação de bovinos na região, uma vez que moradores da reserva são limitados em suas produções por se tratar de uma reserva. O problema ainda não debatido, é que se caso o projeto seja aprovado, antigos moradores daquelas regiões poderá reivindicar suas terras novamente causando conflito com os moradores atuais já que antes das terras se tornar reserva, pertenciam a alguém.

Audiências púbicas já foram realizadas nos poderes legislativos dos municípios de Assis Brasil, Epitaciolândia e Xapuri para debater sobre o assunto, movimentos contrários e favoráveis ao projeto segue em debate até o momento da votação.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Autoridades policiais investigam tentativa de homicídio ocorrido em Epitaciolândia

Publicado

em

Na noite do dia 2 (Sábado), um jovem de 17 anos sofreu uma tentativa de homicídio Rua Raimundo Ribeiro, localizada no Bairro Vila Vitória por volta das 20 horas. Sem alvejado por cerca de quatro disparos efetuados possivelmente de uma pistola automática.

Segundo foi levantado pelas autoridades policiais que já estão investigando o caso, o jovem deu entrada no hospital Raimundo Chaar em Brasiléia, após ser encontrado por terceiros com vários ferimentos que acionaram os socorristas do Corpo de Bombeiros.

O jovem foi baleado quatro vezes; sendo dois disparos na perna esquerda, um no abdômen, um na mão esquerda e outro na mão direita. No dia, foram acionadas guarnições da Polícia Militar, Civil e até da PRF até o local.

Foi registro no Boletim de Ocorrência (B.O.) que, o jovem teria sido abordado por um casal quando caminha pela rua. O homem suspeito teria sacado da arma e efetuado os disparos e em seguida, saíram caminhando rumo a passarela que dá acesso a avenida Santos Dumont, tomando rumo ignorado.

O jovem foi encaminhado para o hospital, onde recebeu os primeiros socorros, sendo transferido para a capital, onde passaria por cirurgia e se encontra até esta terça-feira, dia 5. Seu estado de saúde atual não foi comunicado e o caso se encontra em aberto.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários

Continue lendo

Em alta