Expectativas e especulações…

…da nação vitimada. Íntimos da culpa por falha nas escolhas administrativas ao longo dos anos. As manchas do vandalismo de todas as ordens ainda destroem o Brasil.

As escolhas políticas…

…castigam a todos. Saúde, educação, trabalho digno e lazer não correspondem as necessidades de muitas famílias. As marcas da pobreza continuam firmando a insegurança no amanhã.

O número de brasileiros…

…vivendo em situação de miséria aumentou. A Síntese de Indicadores Sociais do IBGE revela ainda que a maioria são jovens e crianças, fato que eleva a incerteza no futuro.

  • 5,2 milhões de crianças em miséria extrema e 18,2 milhões na pobreza,
  • Os 10% mais ricos tem renda 17,6 vezes maior que os 40% mais pobres,
  • Em média, 2 milhões de brasileiros, passam a condição de pobreza no ano.

Reflexões.

No Acre, de acordo com o senso, quase cinquenta por cento da população permanece pobre. Logo o rendimento mensal das famílias não cobre as despesas e as políticas sociais parecem incompatíveis com a realidade dos habitantes.

Sabemos…

…que os problemas são complexos, mas a mudança no perfil social, deveria ser priorizada nas ações do estado. Proporcionar mais oportunidade de renda capaz de superar a desigualdade econômica é decisão política.

Microrregião.

A medida que se observa os dados do IBGE, torna-se impossível não pensar na região em que se vive dividindo as belezas naturais, as dificuldades e a trajetória sofrida do povo.

O Acre abriga…

…muitas e diferentes nações. Região na rota do eco turismo, notada por seus encantos, cultura, gastronomia e mistérios da floresta.  Povo humilde, sofredor, porém acolhedor.

O Legado…

…deixado por colonizadores nas terras do Acre nesse contexto, fortalece as batalhas para o enfrentamento das dificuldades. A capacidade dessa gente em superar adversidades é impressionante.

O Estado…

…traz veredas de bravuras como herança nordestina. Voltar ou avançar no tempo não altera os problemas acreanos. A maioria desse povo, tem no trabalho informal a única fonte de renda.

Na agricultura…

…existe forte inflação e incentivos fracos castigando o trabalhador. A ausência de apoio ao homem do campo é alerta para o êxodo rural que alimenta o cinturão de miséria no entorno das cidades.

Na região de mata…

…as péssimas condições dos ramais ditam a peleja diária. Os acessos as comunidades são quase impossíveis. A falta de pontes, pinguelas abertura e manutenção dos varadouros, dificultam o escoamento da produção.

Na tentativa…

…de evitar a falência financeira vários agricultores desafiam limites e a pouca renda mensal, não atende minimamente as necessidades das comunidades agrícolas.

O acesso ao colégio…

…exige etapas desumanas, muitos alunos percorrem quilômetros a pé, lombos de animais ou paus de arara. Ir à escola na zona rural é enfrentar o perigo diariamente contribuindo para a evasão escolar.

As histórias…

…de sofrimento dessa gente começa na mais tenra infância. Os brinquedos das crianças normalmente são instrumentos de trabalho e continuam por toda vida.

São 167 milhões de pessoas, das quais 71 milhões estão na extrema pobrezaMarcello Casal/Arquivo/Agência Brasil

As famílias…

…que migram para as cidades tentando melhorar a vida, ocupam a periferia. Analfabetos, sem qualificação profissional e descapitalizados, permanecem carentes de lazer, segurança, educação e saúde. Assim, o ciclo da miséria tão somente muda de endereço.

Fontes: G1

Comentários