Conecte-se conosco

Flash

Com 20% da população indígena, prefeitura de Assis Brasil prepara mutirão com ações de saúde e esporte

Publicado

em

Renegados por vários anos, isolados em suas comunidades, os povos indígenas que habitam a área que compreende o município de Assis Brasil, irão receber em breve uma ação nunca realizada pela prefeitura. Nesta terça-feira,31, em Rio Branco, o prefeito Jerry Correia se reuniu com a coordenadora do Departamento Sanitário Especial Indígena, DSEI, Carla Mioto Niciani, para solicitar apoio a uma grande ação que o município vem preparando.

O gestor disse que a proposta é realizar um mutirão de atendimento médico de grande alcance. Estão inseridas nesta etapas as Terras Indígenas Mamoadate, Cabeceira do rio Acre e Riozinho. Mas para que isso aconteça é necessário o apoio e envolvimento do DSEI e da Secretaria de Meio Ambiente e Políticas Imdigenistas, SEMAPI. Jerry colocou à disposição o posto de saúde do Icuriã, localizado no ramal de mesmo nome, que atualmente está sendo recuperado pela prefeitura com apoio do Estado.

“Nosso planejamento incluiu o apoio dessas instituições porque sem elas, infelizmente não temos como tirar do papel esse evento. Os povos indígenas estão há anos sem receber uma atenção dessa magnitude e nossa gestão não vai ignorar esses brasileiros”, garantiu Jerry Correia.

3 dias morando na aldeia

Para mostrar que sua gestão está comprometida com os povos indígenas, Jerry Correia e parte da sua equipe, vai passar três dias na Aldeia Jatobá, da etnia Jaminawa, a comunidade mais distante da sede do município.
Para chegar lá é preciso enfrentar uma viagem de 18 horas, alternando carro,
barco e caminhada na floresta.
Lá o prefeito vai prestigiar a abertura do I campeonato indígena e comemorar o 7 de setembro.

Mamoadate, Riozinho e Cabeceiras do Rio Acre.

Posto do Icuriã – mutirão de saúde nas TIs, SEMAPI, FUNAI

Vai passar 3 dias na aldeia Jatobá, etnia Jaminawa na abertura do primeiro campeonato indígena da região

Comentários

Flash

Em Xapuri, PRF detém van com 31,5 kg de cocaína adquirida na Bolívia

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal fez uma apreensão de mais de 31 quilos de cloridrato de cocaína durante abordagem nesta quinta-feira (20) na região de Xapuri.

Equipe de policiais destacada para o município de Xapuri para a Operação São Sebastião, que tem o objetivo de reforçar o policiamento na região em função das comemorações do dia do Santo padroeiro da cidade, fazia abordagens em frente à Unidade Operacional quando deu ordem de parada a uma Van, de cor branca, que se dirigia em sentido de Rio Branco.

Imediatamente após a parada, os policiais já notaram um comportamento muito nervoso do motorista, com gestos e respostas fora dos padrões, motivando uma busca dentro do veículo à procura de ilícitos.

A droga estava escondida no forro do compartimento de carga do veículo e foi preciso uso de ferramentas para desmontagem de parte da estrutura para ter acesso ao local em que o ilícito estava escondido. Após a minuciosa busca, os policiais encontraram um total de 31,5 kg de cocaína.

Aos policiais o motorista informou que pegou a droga no país vizinho. “Diante destes fatos, os policiais detiveram o motorista e o encaminharam para a Delegacia da Polícia Federal de Epitaciolândia, juntamente com o veículo e a droga, para os procedimentos legais para o crime de tráfico internacional de drogas”, informou a PRF.

Comentários

Continue lendo

Flash

Governo convoca candidatos para o teste de aptidão física do ISE

Publicado

em

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Acre (Seplag) e do Instituto Socioeducativo do Estado do Acre (ISE), divulga o Edital nº 012 Seplag/ISE, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira, 20, com a convocação dos candidatos para realização da prova de aptidão física (Paf) para o concurso do ISE, referente ao Edital nº 001 Seplag/ISE, de 4 de outubro de 2021.

Participarão desta fase os candidatos aprovados dos cargos de Agente Socioeducativo – Masculino e Agente Socioeducativo – Feminino. As provas serão realizadas em Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

Os candidatos inscritos na 1ª fase das cidades de Brasiléia, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Rio Branco, realizarão o teste em Rio Branco, no Ginásio do Sesi, localizado na Rua Projetada, nº 155, bairro Conjunto Manoel Julião, na segunda-feira, 31 de janeiro de 2022.

Já os candidatos das cidades de Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Tarauacá, realizarão o teste em Cruzeiro do Sul, na Vila Olímpica, localizada na Estrada do Aeroporto, km 10, bairro São Cristóvão, no domingo, 6 de fevereiro de 2022.

O candidato convocado para a prova de aptidão física deverá apresentar-se munido de atestado médico nominal, emitido com, no máximo, 30 (trinta) dias de antecedência da data da sua prova, devidamente assinado e carimbado pelo médico, constando visivelmente o número do registro no Conselho Regional de Medicina do mesmo, em que certifique especificamente estar o candidato Apto a realizar esforço físico, conforme modelo constante no anexo VI do edital de abertura do certame. O candidato que deixar de apresentar atestado, ou não apresentá-lo conforme especificado, não poderá realizar a etapa, sendo considerado inapto.

A lista completa com os dados dos convocados, bem como todas as orientações para a realização da prova de aptidão física, pode ser acessada por meio do link.

Comentários

Continue lendo

Flash

Gladson Cameli agradece a delegados por bons resultados e anuncia investimentos para Polícia Civil

Publicado

em

Na manhã desta quinta-feira, 20, o governador do Acre, Gladson Cameli, reuniu-se com delegados no auditório da Polícia Civil, em Rio Branco, para agradecer pelos bons resultados alcançados na elucidação de crimes contra a vida durante o ano de 2021.

Governador Gladson Cameli agradeceu pelos bons resultados alcançados na elucidação de crimes contra a vida durante o ano de 2021. Foto: Diego Gurgel/Secom.

Durante a reunião, a Polícia Civil apresentou índices de resolutividade de crimes de homicídio, chegando ao patamar de 68,57%, ficando acima da média nacional, que é de apenas 20%. Outro dado expressivo de resolutividade é o de feminicídios, em que o estado atingiu o patamar de 100% de elucidação desse tipo de crime desde o ano 2017.

O governador enalteceu o trabalho realizado pela Polícia Judiciária e falou da valorização dos profissionais.

Gladson enalteceu o trabalho realizado pela Polícia Judiciária e falou da valorização dos profissionais. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Não adianta somente o governo investir e não valorizar o servidor. O que me chama a atenção é o amor que cada agente, cada perito, cada delegado, que cada servidor que compõe o quadro da Polícia Civil tem pela profissão. Tenho dito em minhas falas, por onde passo, que tenho orgulho das nossas polícias, que cumprem seu juramento e o que prevê a Constituição Federal”, disse Cameli.

Anúncio do pacote de obras

Na mesma oportunidade, o governador anunciou um pacote de obras estruturantes para a Polícia Civil, com início ainda no mês de janeiro. O investimento, na ordem de R$ 4,3 milhões, irá contemplar unidades de Polícia Civil da capital e do interior com reforma, ampliação e revitalização dos espaços, para melhor atender à população.

O total de investimentos vai amplificar a oferta de espaços adequados para atendimento ao público, com salas específicas de atendimento à mulher vítima, além de salas para acolhimento de crianças e adolescentes, como é o caso da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e de Proteção à Criança e ao Adolescente (Dempca) e da Delegacia-Geral, ambas em Cruzeiro do Sul, obras entregues à população no fim do ano passado. Outra unidade que recebeu a intervenção de reforma foi a Delegacia-Geral de Capixaba, em obra entregue à população com espaços revitalizados para atendimento ao público.

Chefe do Executivo, ao lado do delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes,  abordou a preocupação do governo em proporcionar as condições necessárias para o bom desempenho do servidor. Foto: Diego Gurgel/Secom.

As intervenções de reforma e de ampliação, bem como a construção de unidades policiais estão previstas no cronograma do Programa de Reestruturação das Unidades de Polícia Civil (Prupc). Na capital, por exemplo, a Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic) e a Delegacia de Flagrantes (Defla) estão recebendo investimentos do governo do Estado. A Delegacia-Geral de Manoel Urbano também está em pleno fluxo de obras e em breve essas unidades serão reinauguradas pelo governador Cameli e entregues à população.

O chefe do Executivo abordou a preocupação do governo em proporcionar as condições necessárias para o bom desempenho do servidor. “Estamos com mais de 16 obras espalhadas no estado, para adequação, melhoramento e recuperação predial de delegacias e de ambientes de trabalho, assim como a renovação da frota de veículos; também nas condições do próprio serviço de inteligência, para que possamos ter um estado mais próximo da população e mais justo, dando as condições de trabalho adequadas ao servidor”, concluiu o governador.

Dentro do pacote de obras anunciado, estão a Delegacia-Geral de Tarauacá, Delegacia-Geral de Rodrigues Alves, Delegacia-Geral de Feijó, Delegacia-Geral de Brasileia, Delegacia-Geral de Assis Brasil, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e a nova sede da Direção-Geral de Polícia Civil, em Rio Branco.

O delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes, afirmou: “A Polícia Judiciária tem por obrigação a investigação de fatos delituosos. Em regra, a intervenção da polícia se dá no pós-crime, para desvendar o fato criminoso, apurando a autoria, e comprovando a materialidade do crime em um trabalho pericial e investigativo. Os resultados positivos hoje apresentados acerca da elucidação de crimes contra a vida é um reflexo do empenho de todo efetivo da Polícia Judiciária que trabalha profundamente na identificação de seus autores e consequentemente em sua responsabilização”.

Uma das prioridades do governador Cameli são as intervenções estruturais na Polícia Civil, que visam proporcionar melhores condições de atendimento à população, condições de trabalho dignas aos servidores e, de forma mais ampla, contribuir para uma prestação de serviços de qualidade e eficiente, sempre na defesa da supremacia do interesse público.

Comentários

Continue lendo

Em alta