Delegacia fica na cidade de Acrelândia, interior do Acre. Quem precisar registrar alguma ocorrência deve procurar a Delegacia da cidade vizinha, Plácido de Castro.

Delegacia de Acrelândia, no interior do Acre, foi interditada na terça-feira (3) — Foto: Arquivo pessoal
Por Alcinete Gadelha, G1 AC — Rio Branco

A Delegacia geral de Acrelândia, no interior do Acre, foi interditada na terça-feira (3) após uma liminar da Justiça. O prédio, que funciona de forma integrada e também é sede da Polícia Militar, está com a estrutura comprometida.

O delegado-geral de Polícia Civil do Acre, Henrique Maciel, informou que já foi feito um pedido de suspensão da liminar da Justiça para que o prédio seja reaberto. Além disso, ele informou que existe um cronograma de reforma que deve iniciar nos próximos dias.

O delegado que responde pela delegacia, Samuel Mendes, disse que o prédio é muito velho e toda a estrutura está comprometida.

“Foi uma ação judicial que, a priori, foi para a reestruturação do prédio que precisa de algumas reformas. O teto, na verdade, está condenado. É uma estrutura corrompida e afeta a segurança”, disse Mendes.

Atendimentos suspenso

Atendimento deve ser feito na Delegacia de Plácido de Castro — Foto: Arquivo pessoal

Os atendimentos estão suspensos e quem precisar registrar alguma ocorrência deve procurar a Delegacia de Plácido de Castro, município que fica a aproximadamente 25 quilômetros de Acrelândia.

“Os trabalhos, em parte, vão ficar um pouco comprometidos, mas os flagrantes serão feitos no município de Plácido de Castro”, disse Maciel.

O delegado-geral reforçou que a Segurança Pública não vai deixar de funcionar no município.

“A Polícia Militar vai continuar fazendo o trabalho ostensivo e a Polícia Civil vai continuar fazendo os flagrantes. A gente está entrando no sentido de suspender a liminar, para que a gente continue com o nosso cronograma que é urgente no sentido de fazer a reforma”, pontuou.

A data prevista para o início da reforma do prédio ainda não foi divulgada.

Comentários