Conecte-se conosco

Acre

Com taxa de ocupação em UTIs de 60%, AC tem 27 casos novos de Covid e mais três mortes pela doença

Publicado

em

Mortes foram registradas em Rio Branco e Sena Madureira. Número de vítima fatais chega a 1.956 neste domingo (20).

Com apenas quatro exames na fila de espera, o Acre registrou, neste domingo (20) mais 27 casos novos de Covid, fazendo com que o número de infectados no estado saísse de 116.222 para 116.249. O estado registrou também mais três mortes, fazendo com que o número de vítimas fatais da doença chegasse a 1.956.

Houve uma redução bastante considerável no número de exames aguardando análises, já que a fila reduziu de 68 para 4 exames aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen).

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado subiu para 60%, uma que, dos 30 leitos de UTI existentes, 18 estão ocupados. São 20 leitos em Rio Branco e 10 em Cruzeiro do Sul.

O estado tem uma taxa de incidência de 116 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 217, já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 1,9%.

Mortes por cidade

Cidades com óbitos Óbitos totais Novos registros
Acrelândia 39
Assis Brasil 24
Brasiléia 46
Bujari 17
Capixaba 17
Cruzeiro do Sul 183
Epitaciolândia 38
Feijó 67
Jordão 2
Mâncio Lima 35
Manoel Urbano 17
Marechal Thaumaturgo 13
Plácido de Castro 23
Porto Acre 41
Porto Walter 7
Rio Branco 1.149 2
Rodrigues Alves 14
Santa Rosa do Purus 7
Sena Madureira 86 1
Senador Guiomard 43
Tarauacá 50
Xapuri 33
Total 1.956 3

Mortes

 

As vítimas eram todas moradoras de Rio Branco e Sena Madureira, com idades entre 64 e 82 anos.

  • Natural de Rio Branco, M.F.L.F., de 64 anos, deu entrada no dia 4 de fevereiro e morreu no dia 14, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC);
  • Natural de Rio Branco, R.P.S., de 78 anos, deu entrada no dia 16 de fevereiro e morreu no dia seguinte no Into-AC;
  • Natural de Sena Madureira, A.V.S., de 82 anos, deu entrada no dia 17 de fevereiro e morreu no dia seguinte no Into-AC.

Comentários

Acre

CÂNCER DE MAMA: Acre registra 4 mil mamografias de janeiro a abril de 2022

Publicado

em

O Ministério da Saúde recomenda a mamografia de rastreamento para as mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos.

Reportagem Ândrea Malcher portal Brasil 61

Pesadelo de muitas mulheres, o câncer de mama pode ser detectado precocemente com o autoexame e exames clínicos periódicos.  No estado do Acre, já foram realizadas  4 mil mamografias nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), de janeiro a abril de 2022. Destes exames, 169 apresentaram risco elevado e as mulheres terão de fazer exames complementares.

Em âmbito nacional, de janeiro a abril de 2022, foram realizados 977 mil exames de mamografia. Para as mulheres diagnosticadas com câncer de mama, o SUS dispõe de 317 unidades e centros de assistência habilitados para tratamento oncológico.

Entre 2020 e 2021, o Ministério da Saúde investiu mais de R$ 196,7 milhões em 4,5 milhões de exames de mamografia para  rastreamento e diagnóstico da doença e aplicou mais de R$5,7 milhões em 6,5 mil reconstruções mamárias e destinou mais de R$ 10,5 milhões em 25,1 mil cirurgias para o tratamento de câncer de mama.

Segundo o Sistema de Informações de Câncer (SISCAN), em 2020, o SUS realizou cerca de 1,8 milhão de mamografias no país. Em 2021, este número saltou para   mais de 2,6 milhões, um aumento de 44,44%.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 66 mil novos casos de câncer de mama para o ano de 2022 no Brasil. Por isso é muito importante que as mulheres mantenham o acompanhamento integral na Atenção Primária à Saúde e realizem  o exame de rastreamento na periodicidade adequada, além de adotarem a estratégia de conscientização, estando mais atentas ao conhecimento do seu corpo, como os aspectos normais das mamas e reconhecimento de alterações suspeitas, para que possam  procurar um serviço de saúde o mais cedo possível.. Como outros tipos de câncer, a detecção precoce é fundamental para um tratamento de sucesso.

O exame clínico, o rastreamento por meio da mamografia e a identificação dos sinais e sintomas suspeitos são parte das estratégias para detecção precoce do câncer de mama. A mamografia é ofertada de forma gratuita pelo SUS, sendo recomendada como exame de rastreamento para mulheres com idade entre 50 e 69 anos, a cada dois anos. Mulheres consideradas de alto risco devem ter avaliação e conduta individualizadas.
“O câncer de mama leva de seis a 10 anos para atingir o tamanho de um centímetro, o que equivale a uma bolinha de gude. Mas a partir dali, ele cresce rapidamente. Existem casos onde as pacientes chegam aqui com o câncer avançado, correndo o risco de perder as mamas ou falecer. Por isso é importante as mulheres fazerem os exames clínicos com a mamografia”, orienta o mastologista e diretor-presidente da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), Gerson Mourão.

Atenção integral

Principal porta de entrada do SUS, a Atenção Primária à Saúde promove ações de saúde individuais, familiares e coletivas para prevenir e detectar precocemente o câncer de mama. A mamografia é solicitada durante a consulta com o profissional de saúde na Unidade Básica de Saúde, devendo ser acompanhada do exame clínico das mamas.

Além de se fazer a solicitação da mamografia de rastreamento como o método de detecção precoce do câncer de mama, também se trabalha a questão de sinais e sintomas do câncer de mama junto às mulheres e também formas de prevenção primária, como o estímulo a prática de atividade física, a manutenção de um peso saudável, alimentação adequada e saudável também rica em alimentos in natura, pobre em ultraprocessados”, ressalta a coordenadora-geral de Prevenção de Doenças Crônicas e Controle do Tabagismo, Patrícia Izetti.

Os centros oncológicos integram a rede SUS e oferecem assistência especializada e integral, atuando no diagnóstico, estadiamento e tratamento do câncer de mama..  Confira a listagem de hospitais credenciados no site do Inca, encontre a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua residência ou procure a secretaria de saúde do seu estado para mais informações.

CÂNCER DE MAMA: Sinais e sintomas (Fonte: Inca)

●    Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher;
●    Pele da mama avermelhada, retraída ou com aspecto de casca de laranja;
●    Alterações no mamilo (bico do peito);
●   Nódulos aumentados nas axilas ;
●    Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Para mais informações, acesse o site do Ministério da Saúde: gov.br/saude. Ou entre em contato com a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), pelos telefones (68) 3215-2670 e 3215-2619.

Comentários

Continue lendo

Acre

STJ confirma exigência de exame toxicológico para renovação de CNH

Publicado

em

Nova Carteira Nacional de Habilitação – Foto por: Lidiana Cuiabano

Recurso foi apresentado pela União em defesa do CTB

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a regra do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que exige a comprovação de exame toxicológico negativo para obtenção e renovação das categorias  C, D e E  da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O julgamento foi realizado em 8 de junho pela Primeira Seção do STJ. O acórdão da decisão foi publicado no dia 15 de junho.

Os ministros atenderam um recurso apresentado pela União em defesa do CTB e derrubaram decisões da Justiça Federal que suspenderam a exigência do exame negativo.

Pelo texto do acórdão do julgamento ficou definido que, “a obrigatoriedade de apresentação de resultado negativo no exame toxicológico de larga detecção está vinculada às categorias de habilitação, e não a parâmetros associados à atividade profissional do condutor”.

O entendimento deverá ser aplicado em outros casos semelhantes que estão em tramitação no Judiciário.

Comentários

Continue lendo

Acre

Campus do Ifac em Xapuri abre vagas nos cursos de Agroecologia e Agroindústria

Publicado

em

Estão abertas as inscrições para 40 vagas nos cursos superiores de Tecnologia em Agroindústria e Tecnologia em Agroecologia do Instituto Federal do Acre (Ifac) – Campus Xapuri. Os dois cursos são presenciais com aulas no período noturno. Os candidatos podem se inscrever até o dia 08 de julho, pelo site https://web.ifac.edu.br/processoseletivo.

A seleção dos novos alunos será realizada em etapa única, por meio da avaliação do desempenho nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática do Ensino Médio.

Acesse o edital e saiba mais informações: https://editais.ifac.edu.br/edital/visualizacao/3965/.

O Campus disponibilizará computadores com acesso à internet para que os candidatos que não tiverem acesso à rede efetuem sua inscrição. Para isso, deverão se dirigir ao local munidos de todas as documentações necessárias.

O resultado preliminar está previsto para ser publicado no dia 11 de julho. Já o resultado definitivo e a convocação para matrícula serão divulgados no dia 13 de julho, após às 17h. Os aprovados em 1ª chamada deverão apresentar documentação para realizar a matrícula no Campus Xapuri, no período de 15 a 19 de julho.

Sobre os cursos

O curso de Tecnologia em Agroecologia habilita o profissional para trabalhar com sistemas de produção agropecuária, considerando os aspectos de sustentabilidade econômica, ambiental, social e cultural de modo integrado. A graduação forma profissionais capazes de atender às necessidades da sociedade moderna, que preza pela sustentabilidade do setor agrário e valoriza o consumo de alimentos mais saudáveis.

Já o curso de Tecnologia em Agroindústria visa formar profissionais capazes de preencher uma lacuna existente nas cadeias produtivas do setor: a transformação das matérias primas de origem animal e vegetal em produtos e subprodutos industrializados, com consequente agregação de valor e, com isso, contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do município e da região.

Com informações do Portal do Ifac.

Comentários

Continue lendo

Em alta