Conecte-se conosco

Cotidiano

Com time titular, São Paulo vence Ceará no Castelão, quebra jejuns e sobe degraus no Brasileirão

Publicado

em

Calleri comemora após gol marcado no Castelão, o primeiro do São Paulo no jogo (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Lance!

Calleri voltou a marcar após oito jogos para dar triunfo ao Tricolor fora de casa após dois meses e o primeiro êxito contra o Vozão fora de casa desde 2015

O São Paulo iniciou a rodada com a corda no pescoço, pressionado por conta do andamento da rodada. Mas em uma tarde onde jogou bom futebol, com o técnico Rogério Ceni apostando alto e escalando uma base titular, venceu o Ceará por 2 a 0, em pleno Castelão, quebrou diversos jejuns particulares e ganhou um respiro em sua luta particular para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

O Tricolor conseguiu bater o imponderável e a arbitragem confusa no primeiro tempo da partida, com direito a pênalti a seu favor anulado após recomendação do VAR, jogador do Vozão expulso e clima muito tenso entre a torcida cearense, que jogou tudo o que tinha em mãos no gramado, revoltada.

Mesmo assim, os paulistas se superaram. Com gol de Calleri na mesma etapa inicial, que volta a marcar após oito partidas, voltam a vencer fora de casa após mais de dois meses e quebram o tabu de não baterem os cearenses em sua casa desde 2015. No final, os mandantes ainda tiveram mais um jogador expulso.

Ainda teve tempo para Bustos, um dos reforços do Tricolor nesta janela de transferências, marcar após passe de Igor Gomes e anotar seu primeiro tento com a camisa são-paulina.

Com o resultado e até a publicação deste relato, o Tricolor sobe para o 13º lugar da tabela, com 34 pontos, seis de vantagem sobe a zona do pesadelo, o que lhe dá certo respiro pensando na disputa da final Copa Sul-Americana. O Vozão segue com 31, em 14º.

O JOGO

O jogo começou com ares de sufoco para o São Paulo. Logo no primeiro minuto de jogo, Mendonza recebeu bola enfiada de Jô, finalizou e Felipe Alves impediu o que seria o primeiro gol do jogo, para o Vozão.

Em um jogo tenso, com muita marcação no meio-campo, as chances seguiam escassas. Aos 11′, Pablo Maia arriscou um chute de longe, que saiu sobre o travessão de João Ricardo. Truncado, a partida seguia faltosa.

Tudo mudou aos 22′. Em bom contra-ataque do São Paulo, Alisson cruzou pela direita e Calleri finalizou e o goleiro defendeu. Mesmo assim, a bola sobrou para Patrick, que cruzou já dentro da área na medida para o argentino testar e acabar com seu jejum de oito partidas sem marcar gol com a camisa tricolor.

O gol sofrido obrigou o Ceará a buscar mais o jogo ofensivo. O que cria buracos esperados pelo Tricolor. Aos 25′, após Richardson se enrolar com Diego Costa pedindo pênalti, Calleri roubou a bola na péssima saída de jogo alvinegra e entrou livre na área, mas seu chute foi bloqueado pela marcação.

A toada continuou igual no decorrer da etapa inicial. E o zagueiro cearense Luiz Otávio se tornou um personagem involuntário. Primeiro ele apareceu livre na área, mas chutou por cima. Na sequência, aos 34′, derrubou Calleri. Inicialmente a arbitragem apontou o pênalti. Mas depois foi marcada a falta após revisão do VAR e o jogador acabou expulso, deixando o Vozão com um a menos. Na cobrança, seis minutos depois, Alisson rolou para Pablo Maia, que chutou e exigiu boa defesa de João Ricardo.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22

COM UM A MENOS, CEARÁ PRESSIONA, MAS TRICOLOR SE SEGURA

Maguielson Lima Barbosa apitava só a sua segunda partida na Série A em toda a carreira e se mostrou completamente perdido desde o lance vital do pênalti desmarcado. O ocorrido acabou mudar por completo o comportamento dos jogadores, que passaram a simular faltas e agressões, e até da torcida no Castelão, responsável por jogar garrafas e copos no gramado.

Apesar do climão criado, a etapa final começou com futebol sendo jogado, o que sempre é bom para todo mundo. E um São Paulo com três mudanças promovidas por Rogério Ceni foi atrás do segundo gol. Aos 9′, após escanteio, Galoppo cabeceou no travessão e na sobra Bustos completou para fora.

Mesmo com um a menos em campo, contudo, o Ceará também precisava de um resultado positivo. E a equipe se lançou ao ataque. Aos 16′, em contra-ataque, Mendonza cruzou na medida para Vina, que acertou belo chute e viu a bola passar raspando a trave são-paulina.

A resposta sao-paulina veio na sequência. Aos 20′, Galoppo dominou da entrada da área e finalizou para boa defesa de João Ricardo. Três minutos depois, o goleiro cearense apareceu de novo, fazendo boa defesa em finalização de Pablo Maia. O arqueiro ainda teve tempo de amortecer uma testada de Bustos.

Na reta final da etapa final, o Ceará até ocupou bem os espaços deixados pelo São Paulo e cresceu no jogo, valendo-se do cansaço rival. Entretanto, Zé Roberto agrediu Diego Costa sem bola e acabou expulso, fazendo o time alvinegro atuar com nove em campo nos dez minutos finais, matando qualquer chance de reação. Aos 47′, contudo, em jogada de contra-ataque, Marcos Guilherme cruzou na medida para Igor Gomes, que achou Bustos dentro da área. O argentino completou às redes e selou o resultado final.

+ LANCE! transmite ao vivo e de graça jogos da Bundesliga a partir deste sábado. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o São Paulo encara o Avaí no domingo (25), às 20h (de Brasília), no Morumbi, em jogo que foi antecipado pela CBF em razão da disputa da final da Copa Sul-Americana em Córdoba, na Argentina, contra o Independiente del Valle, do Equador, no próximo dia 1º de outubro, às 17h (de Brasília).

O Ceará joga dia 28 (quarta-feira), às 21h45 (de Brasília). Faz mais um confronto direto na luta para escapar do rebaixamento diante do Coritiba, no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 0 x 2 SÃO PAULO
CAMPEONATO BRASILEIRO – 27ª RODADA


Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Data e hora: 18/9/2022 (domingo), às 16h (de Brasília)
Árbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF) (ambos da Fifa)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Público e renda: não divulgado

Cartões amarelos: João Ricardo, Nino Paraíba, Richard, Gabriel Lacerda e Jô (Ceará); Rodrigo Nestor e Luciano (São Paulo)
Cartões vermelhos: Luiz Otávio aos 38min do 1ºT e Zé Roberto aos 39min do 2ºT (Ceará) 

GOLS
Calleri (cabeça) aos 22min do 1ºT (0-1) e Bustos aos 47min do 2ºT (0-2)

CEARÁ
​João Ricardo; Nino Paraíba (Vásquez, 37/2), Messias, Luiz Otávio e Victor Luís (Diego, 37/2); Richard Coelho, Richardson (Gabriel Lacerda 41/1) e Vina (Guilherme Castillo, 18/2); Lima, Mendoza e Jô (Zé Roberto, 18/2)
Técnico: Lucho González

SÃO PAULO
​Felipe Alves; Rafinha (Igor Vinícius, intervalo), Diego Costa, Léo e Welington; Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Galoppo, intervalo) e Alisson (Marcos Guilherme, 26/2); Patrick (Igor Gomes, 37/2), Luciano (Bustos, intervalo) e Calleri
Técnico: Rogério Ceni

Comentários

Cotidiano

Palmeiras derrota Corinthians e conquista Brasileiro sub-20

Publicado

em

Atacante Endrick (foto) brilha e marca o gol da vitória de 1 a 0

O Palmeiras conquistou o título do Campeonato Brasileiro sub-20, neste domingo (25) na Neo Química Arena, em São Paulo, após derrotar o seu arquirrival Corinthians por 1 a 0 com gol de um dos jogadores mais promissores de sua base, o atacante Endrick.

Esta é a segunda oportunidade na qual o Verdão levanta o caneco da competição (após ficar com o título em 2018), o que garante a sua presença na Supercopa do Brasil Sub-20, competição que reúne os campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil da categoria.

Em uma partida muito disputada, na qual o Timão contou com o apoio de sua apaixonada torcida, o gol da vitória saiu aos 18 minutos do segundo tempo, quando Endrick recebeu a bola no meio-campo, avançou até a entrada da área e bateu colocado, no cantinho, para superar o goleiro adversário.

“O Palmeiras aprendeu a trabalhar com excelência na base. A tendência é que continuemos revelando e conquistando, porque essas duas coisas, na minha opinião, estão interligadas. Se você forma bem, naturalmente as conquistas irão aparecer”, declarou o técnico do Palmeiras, Paulo Victor, após o título.

 

 

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Caio Souza é ouro nas barras paralelas em etapa da Copa do Mundo

Publicado

em

Campeã olímpica Rebeca Andrade é prata nas paralelas assimétricas

O brasileiro Caio Souza conquistou, neste domingo (25), a medalha de ouro nas barras paralelas da etapa de Paris (França) da Copa do Mundo de Ginástica Artística, evento que foi realizado na Bercy Arena, instalação esportiva que receberá os eventos da modalidade nos Jogos Olímpicos de 2024.

 

Além da medalha dourada nas paralelas, conquista que alcançou com uma nota 14.700, o atleta garantiu uma prata no salto sobre a mesa ao somar 14.575 pontos. Nesse aparelho, ficou atrás apenas do turco Adem Asil.

“Esses resultados mostram que o meu trabalho está sendo feito, e corretamente! Agora é voltar para casa e acertar os detalhes para subir mais um degrau”, disse Caio Souza.

Quem também brilhou foi a campeã olímpica e mundial Rebeca Andrade, que garantiu a prata nas paralelas assimétricas.

“Faço um balanço muito positivo sobre nossa participação nesta competição. Em alguns aparelhos nos quais havia cerca de 50 ginastas competindo, nossos meninos se classificaram nas primeiras colocações. Tivemos dois finalistas no salto e um no solo, argolas, barra e paralelas. Isso demonstra que nossa ginástica está entre as melhores do mundo. Agora é voltar para o Brasil e avaliar o que podemos melhorar para o Mundial”, declarou o coordenador de ginástica artística masculina da Confederação Brasileira de Ginástica, Marcos Goto.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Brasil estreia com vitória no Mundial de vôlei feminino

Publicado

em

Seleção brasileira superou a República Tcheca por 3 sets a 1

O Brasil estreou com vitória no Campeonato Mundial de vôlei feminino, pois superou a República Tcheca por 3 sets a 1 (parciais 25/20, 25/16, 22/25 e 25/18), neste sábado (24) no Gelredome, em Arnhem (Holanda).

O grande destaque da partida foi a capitã da seleção brasileira, a ponteira Gabi. A atleta, que defende o Vakifbank, da Turquia, somou 24 pontos.

Agora, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães mede forças com a Argentina, na próxima segunda-feira (26), a partir das 13h30 (horário de Brasília).

Comentários

Continue lendo

Em alta