Sete estabelecimentos foram interditados e serão demolidos a qualquer momento - Foto: Alexandre Lima
Sete estabelecimentos foram interditados e serão demolidos a qualquer momento – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima, de Brasiléia/Acre

Durante parte da manhã desta segunda-feira, dia 16, o promotor Ildo Maximiniano, recebeu no prédio do Ministério Público em Brasiléia, uma comissão composta por comerciantes da cidade, que foram afetados pela cheia do Rio Acre e tiveram seus imóveis condenados pela Defesa Civil e Bombeiros.

Além do comerciantes, representante do 5º Batalhão dos Bombeiros do Alto Acre, Secretaria de Obras e Ação Social, estiveram presentes na reunião. Atualmente, 11 prédios estão sendo monitorados, dos quais, 7 estão condenados e poderão ser demolidos nos próximos dias.

Com o parecer técnico em mãos, Ildo recebeu reclamações de alguns comerciantes, que informaram que não haviam sido comunicados oficialmente de que seus bens seriam demolidos e pediram prazo para pudessem retirar algum material, e/ou, obtivessem benefícios dos poderes como ressarcimento pela perca.

Promotor recebeu os comerciantes no prédio do MP nesta segunda, dia 16 - Foto: Alexandre Lima
Promotor recebeu os comerciantes no prédio do MP nesta segunda, dia 16 – Foto: Alexandre Lima

Muitos deles, possuíam no mesmo lugar por cerca de 40 anos ou mais, o seu comércio de onde tiravam o sustendo de suas famílias. Após cerca de três horas, foi decidido que somente o acesso de uma determinada área, fosse interditada por questão de segurança aos transeuntes e veículos.

Outra reunião foi marcada para o dia 18, às 17 horas no mesmo local, para que a Defesa Civil e Bombeiros, pudessem apresentar um novo laudo técnico e confirmasse a derrubada dos prédios condenados e que os proprietários busquem, tanto juridicamente e político, meios de terem algum benefício.

Funcionários da Secretaria de Obras do Município interditaram o trecho no período da tarde - Foto: Alexandre Lima
Funcionários da Secretaria de Obras do Município interditaram o trecho no período da tarde – Foto: Alexandre Lima
Foto: Alexandre Lima
Foto: Alexandre Lima

Comentários