Foto: Alexandre Lima
Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Um novo encontro ocorrido na noite desta sexta-feira, dia 18, organizado pela Associação Comercial e Empresarial de Brasiléia e Epitaciolândia – ACEBRA, e Sindicato dos Lojistas de Brasiléia – SINCOBRAS, contou com a presença de diretores da Secretaria da Fazenda do Estado do Acre e comerciantes da fronteira.

O motivo maior desta vez, foi a prestação de contas com os associados sobre o segundo encontro ocorrido na Capital, onde uma comitiva composta por vereadores e o prefeito de Brasiléia, além dos representantes do SINCOBRAS e ACEBRA, no que se refere aos interesses dos comerciantes associados.

Dois pontos que mereceu destaque, foi o anuncio do perdão dos impostos do Estado àqueles que tiveram prejuízos causados pelo alagamento ocorrido no ano de 2012, quando destruiu grande parte dos estabelecimentos localizado na Avenida Rolando Moreira, entre outros.

Foto: Alexandre Lima
Foto: Alexandre Lima

Muitos ainda estão se recuperando financeiramente, mas estão tendo que pagar aluguel e sem um local para poder reconstruir. Outro ponto seria o melhoramento da Avenida Manoel Marinho Montes, localizada na parte alta da cidade onde está levando transtornos aos moradores, motoristas e comerciantes.

Foi dito que as obras em modo paliativo estarão sendo iniciadas a partir desta semana, com o apoio do governo do Acre em parceria com a Prefeitura. Finalizando, foi dada a notícia da doação do terreno onde funcionava as caldeiras da antiga Eletroacre, também localizado na Avenida.

O terreno será doado a ACEBRA, que por sua vez, irá buscar financiamentos para erguer uma galeria de lojas, onde irá beneficiar os associados. As negociações finais estão em andamento junto ao Governo do Acre.

A próxima reunião ficou marcada para o dia 25, em local a ser marcado, onde se espera a presença com o governador do Acre, Sebastião Viana. Após definição, os associados serão avisados meios de comunicação e mala direta.

Ouça entrevista abaixo com Joaquim Lira, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Brasiléia e Epitaciolândia – ACEBRA.

Matéria relacionada: Comerciantes de Brasiléia e Epitaciolândia cobram promessas de governo

Foto: Alexandre Lima
Foto: Alexandre Lima

Comentários