Marcos Venicios

A promotora de justiça Myrna Teixeira Mendonza, 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público, expediu uma portaria instaurando inquérito civil para investigar supostos servidores comissionados que são remunerados sem trabalhar na estrutura da Secretaria de Saúde. O documento foi publicado na edição de ontem quarta-feira, 20, do Diário Eletrônico do Ministério Público do Acre.

De acordo com a publicação, a promotora determinou a autuação e formalização do procedimento, juntando toda a documentação pertinente ao caso já disponível e inicialmente a notificação de dois servidores a fim de que prestem esclarecimentos.

______________

Procurada para detalhar mais informações sobre a investigação, a Assessoria do Ministério Público informou que a investigação se estenderá aos demais órgãos do governo.

______________

Segundo a reportagem apurou, um verdadeiro “pente-fino” será feito pelo Ministério Público para identificar servidores que recebem sem trabalhar. Caso seja comprovada as irregularidades, os servidores autuados poderão ser obrigados pela justiça a devolver os valores recebidos e até mesmo serem exonerados.

Comentários