Conecte-se conosco

Flash

Covid-19: Brasil tem menor média móvel de vítimas desde abril de 2020

Publicado

em

Com o avanço da imunização e um contingente de mais de 100 milhões de pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19, o Brasil registrou ontem (13) a menor média móvel de vítimas da doença desde abril de 2020. O patamar é resultado de uma queda contínua registrada desde o fim do primeiro semestre deste ano. Em 1º de julho, a média móvel era de mais de 1,5 mil mortes por dia, indicador que chegou ontem a 316 por dia, segundo dados do painel Monitora Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).  No pior dia da pandemia, em 12 de abril de 2021, o indicador chegou a 3.123 vítimas diárias.

Apesar do cenário de melhora, pesquisadores ouvidos pela Agência Brasildefendem que ainda é preciso avançar mais na vacinação e chegar a 70% da população com esquema completo de vacinação antes de flexibilizar as medidas de prevenção de forma mais contundente.

O epidemiologista e pesquisador em saúde pública da Fiocruz Raphael Guimarães destaca que o progresso da cobertura vacinal é o principal responsável pela tendência consistente de queda nas internações e óbitos observada no segundo semestre deste ano, mas alerta que a circulação de pessoas nas ruas já retornou ao nível pré-pandemia.

“Analisando os números de forma mais fria, diria que é um bom momento, talvez um dos melhores que a gente já atravessou”, disse, ressaltando porém que o alívio não prejudique as medidas de prevenção, como usar máscara, evitar aglomerações, higienizar as mãos e se vacinar.

“Falar em um bom cenário traz sempre um pouco de esperança para as pessoas, mas é preciso que elas compreendam que um cenário melhor não significa que a pandemia está vencida. Elas podem se sentir um pouco mais aliviadas porque estamos vendo progressivamente a melhora na situação sanitária, mas não significa que é o momento de relaxar geral. É ter um alívio com responsabilidade”.

Uma flexibilização mais segura das medidas restritivas requer uma cobertura vacinal que alcance ao menos 70% a 80% da população, na opinião do pesquisador da Fiocruz.

Segundo o painel de dados da fundação, o Brasil tem hoje 47,2% de sua população totalmente vacinada e 70,31% que tomou ao menos a primeira dose. Diante disso, ele reforça a importância de completar o esquema vacinal com as duas doses e ainda a dose de reforço para os casos em que ela for prevista. O epidemiologista acrescenta que a recomendação da vacinação independe de a pessoa ter tido covid-19 previamente. “Não existe nenhum estudo que diga de forma contundente que ter covid-19 no passado garanta imunidade permanente. Tanto é que temos muitos e muitos casos de notificação de pessoas que tiveram covid-19 mais de uma vez”.

Apesar de o principal impacto da vacinação ser nos óbitos e internações, o epidemiologista acrescenta que as vacinas estão retardando a circulação do vírus. A média móvel de novos casos de covid-19 também está em queda progressiva desde junho, o que Guimarães relaciona à vacinação dos mais jovens, que são a população que mais circula e contribui para a disseminação do vírus.

Feriado

Guimarães acredita que, devido ao feriado prolongado de 12 de outubro, pode haver uma oscilação da média móvel para cima nos próximos dias, o que não compromete a avaliação de que a tendência é de queda. “Sempre que tem feriado, a gente acaba tendo um pouco de defasagem na notificação. A gente espera que na média móvel a gente possa ter um aumento discreto nos próximos dois dias, mas isso não vai impactar na tendência”.

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alberto Chebabo, concorda que o feriado pode ter contribuído para acentuar a queda de óbitos nos últimos dias. “Por causa do feriado, pode demorar a acontecer o registro de casos e dos óbitos, e isso pode impactar um pouco para baixo, mas seria um desvio padrão pequeno em relação ao que a gente está vendo na série toda”, minimiza, lembrando que o fim do inverno e o início da primavera também ajudam na redução de doenças de transmissão respiratória.

Chebabo disse não ter dúvidas de que o Brasil vive hoje o momento menos grave da pandemia da covid-19 desde que o vírus se espalhou e começou a causar um grande número de casos no país, em abril de 2020. Ele acrescenta que também não há dúvidas de que a vacinação é a principal explicação para a melhora.

“Se não fossem as vacinas, a gente ainda teria uma população suscetível muito grande no país podendo se infectar. A vacina que fez essa mudança de transformar grande parte dessas pessoas que eram suscetíveis em pessoas menos suscetíveis”, disse. Ele destaca que a proteção conferida pelos imunizantes é mais potente e duradoura que a da própria infecção natural, o que justifica a recomendação de que mesmo as pessoas que já tiveram covid-19 devem se vacinar.

O infectologista reforça que o patamar de imunização necessário para medidas de flexibilização, como a liberação de máscara em alguns ambientes fechados, é de 70% a 80% da população totalmente vacinada. “Quando estamos falando de esquema completo, é a terceira dose do idoso também”, esclarece. “Aí a gente vai ter uma situação mais confortável e um menor risco de ter recaídas, mesmo que sejam pontuais em alguns estados e locais”.

Comentários

Flash

Em Xapuri, PRF detém van com 31,5 kg de cocaína adquirida na Bolívia

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal fez uma apreensão de mais de 31 quilos de cloridrato de cocaína durante abordagem nesta quinta-feira (20) na região de Xapuri.

Equipe de policiais destacada para o município de Xapuri para a Operação São Sebastião, que tem o objetivo de reforçar o policiamento na região em função das comemorações do dia do Santo padroeiro da cidade, fazia abordagens em frente à Unidade Operacional quando deu ordem de parada a uma Van, de cor branca, que se dirigia em sentido de Rio Branco.

Imediatamente após a parada, os policiais já notaram um comportamento muito nervoso do motorista, com gestos e respostas fora dos padrões, motivando uma busca dentro do veículo à procura de ilícitos.

A droga estava escondida no forro do compartimento de carga do veículo e foi preciso uso de ferramentas para desmontagem de parte da estrutura para ter acesso ao local em que o ilícito estava escondido. Após a minuciosa busca, os policiais encontraram um total de 31,5 kg de cocaína.

Aos policiais o motorista informou que pegou a droga no país vizinho. “Diante destes fatos, os policiais detiveram o motorista e o encaminharam para a Delegacia da Polícia Federal de Epitaciolândia, juntamente com o veículo e a droga, para os procedimentos legais para o crime de tráfico internacional de drogas”, informou a PRF.

Comentários

Continue lendo

Flash

Governo convoca candidatos para o teste de aptidão física do ISE

Publicado

em

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Acre (Seplag) e do Instituto Socioeducativo do Estado do Acre (ISE), divulga o Edital nº 012 Seplag/ISE, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira, 20, com a convocação dos candidatos para realização da prova de aptidão física (Paf) para o concurso do ISE, referente ao Edital nº 001 Seplag/ISE, de 4 de outubro de 2021.

Participarão desta fase os candidatos aprovados dos cargos de Agente Socioeducativo – Masculino e Agente Socioeducativo – Feminino. As provas serão realizadas em Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

Os candidatos inscritos na 1ª fase das cidades de Brasiléia, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Rio Branco, realizarão o teste em Rio Branco, no Ginásio do Sesi, localizado na Rua Projetada, nº 155, bairro Conjunto Manoel Julião, na segunda-feira, 31 de janeiro de 2022.

Já os candidatos das cidades de Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Tarauacá, realizarão o teste em Cruzeiro do Sul, na Vila Olímpica, localizada na Estrada do Aeroporto, km 10, bairro São Cristóvão, no domingo, 6 de fevereiro de 2022.

O candidato convocado para a prova de aptidão física deverá apresentar-se munido de atestado médico nominal, emitido com, no máximo, 30 (trinta) dias de antecedência da data da sua prova, devidamente assinado e carimbado pelo médico, constando visivelmente o número do registro no Conselho Regional de Medicina do mesmo, em que certifique especificamente estar o candidato Apto a realizar esforço físico, conforme modelo constante no anexo VI do edital de abertura do certame. O candidato que deixar de apresentar atestado, ou não apresentá-lo conforme especificado, não poderá realizar a etapa, sendo considerado inapto.

A lista completa com os dados dos convocados, bem como todas as orientações para a realização da prova de aptidão física, pode ser acessada por meio do link.

Comentários

Continue lendo

Flash

Gladson Cameli agradece a delegados por bons resultados e anuncia investimentos para Polícia Civil

Publicado

em

Na manhã desta quinta-feira, 20, o governador do Acre, Gladson Cameli, reuniu-se com delegados no auditório da Polícia Civil, em Rio Branco, para agradecer pelos bons resultados alcançados na elucidação de crimes contra a vida durante o ano de 2021.

Governador Gladson Cameli agradeceu pelos bons resultados alcançados na elucidação de crimes contra a vida durante o ano de 2021. Foto: Diego Gurgel/Secom.

Durante a reunião, a Polícia Civil apresentou índices de resolutividade de crimes de homicídio, chegando ao patamar de 68,57%, ficando acima da média nacional, que é de apenas 20%. Outro dado expressivo de resolutividade é o de feminicídios, em que o estado atingiu o patamar de 100% de elucidação desse tipo de crime desde o ano 2017.

O governador enalteceu o trabalho realizado pela Polícia Judiciária e falou da valorização dos profissionais.

Gladson enalteceu o trabalho realizado pela Polícia Judiciária e falou da valorização dos profissionais. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Não adianta somente o governo investir e não valorizar o servidor. O que me chama a atenção é o amor que cada agente, cada perito, cada delegado, que cada servidor que compõe o quadro da Polícia Civil tem pela profissão. Tenho dito em minhas falas, por onde passo, que tenho orgulho das nossas polícias, que cumprem seu juramento e o que prevê a Constituição Federal”, disse Cameli.

Anúncio do pacote de obras

Na mesma oportunidade, o governador anunciou um pacote de obras estruturantes para a Polícia Civil, com início ainda no mês de janeiro. O investimento, na ordem de R$ 4,3 milhões, irá contemplar unidades de Polícia Civil da capital e do interior com reforma, ampliação e revitalização dos espaços, para melhor atender à população.

O total de investimentos vai amplificar a oferta de espaços adequados para atendimento ao público, com salas específicas de atendimento à mulher vítima, além de salas para acolhimento de crianças e adolescentes, como é o caso da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e de Proteção à Criança e ao Adolescente (Dempca) e da Delegacia-Geral, ambas em Cruzeiro do Sul, obras entregues à população no fim do ano passado. Outra unidade que recebeu a intervenção de reforma foi a Delegacia-Geral de Capixaba, em obra entregue à população com espaços revitalizados para atendimento ao público.

Chefe do Executivo, ao lado do delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes,  abordou a preocupação do governo em proporcionar as condições necessárias para o bom desempenho do servidor. Foto: Diego Gurgel/Secom.

As intervenções de reforma e de ampliação, bem como a construção de unidades policiais estão previstas no cronograma do Programa de Reestruturação das Unidades de Polícia Civil (Prupc). Na capital, por exemplo, a Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic) e a Delegacia de Flagrantes (Defla) estão recebendo investimentos do governo do Estado. A Delegacia-Geral de Manoel Urbano também está em pleno fluxo de obras e em breve essas unidades serão reinauguradas pelo governador Cameli e entregues à população.

O chefe do Executivo abordou a preocupação do governo em proporcionar as condições necessárias para o bom desempenho do servidor. “Estamos com mais de 16 obras espalhadas no estado, para adequação, melhoramento e recuperação predial de delegacias e de ambientes de trabalho, assim como a renovação da frota de veículos; também nas condições do próprio serviço de inteligência, para que possamos ter um estado mais próximo da população e mais justo, dando as condições de trabalho adequadas ao servidor”, concluiu o governador.

Dentro do pacote de obras anunciado, estão a Delegacia-Geral de Tarauacá, Delegacia-Geral de Rodrigues Alves, Delegacia-Geral de Feijó, Delegacia-Geral de Brasileia, Delegacia-Geral de Assis Brasil, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e a nova sede da Direção-Geral de Polícia Civil, em Rio Branco.

O delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes, afirmou: “A Polícia Judiciária tem por obrigação a investigação de fatos delituosos. Em regra, a intervenção da polícia se dá no pós-crime, para desvendar o fato criminoso, apurando a autoria, e comprovando a materialidade do crime em um trabalho pericial e investigativo. Os resultados positivos hoje apresentados acerca da elucidação de crimes contra a vida é um reflexo do empenho de todo efetivo da Polícia Judiciária que trabalha profundamente na identificação de seus autores e consequentemente em sua responsabilização”.

Uma das prioridades do governador Cameli são as intervenções estruturais na Polícia Civil, que visam proporcionar melhores condições de atendimento à população, condições de trabalho dignas aos servidores e, de forma mais ampla, contribuir para uma prestação de serviços de qualidade e eficiente, sempre na defesa da supremacia do interesse público.

Comentários

Continue lendo

Em alta