A Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou o requerimento do deputado estadual Alex Redano que cria uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar suposto abuso ao consumidor praticado pela Energisa Rondônia. A CPI, que terá cinco membros e duração de 90 dias recebeu apoio de 11 deputados.

Cabe ao presidente da Assembleia, Laerte Gomes, fazer a instalação da CPI. Em seguida os partidos indicam os membros.

“Nos últimos dias os deputados estaduais têm recebido inúmeras denúncias contra a Energisa, principalmente no que se refere a aferição da energia elétrica consumida, cortes de energia em finais de semana, incorrendo contra legislação estadual e ainda a troca de medidores sem prévio aviso”, informa a Assembleia rondoniense.

No Acre, a Energisa também vem sendo duramente criticada e investigada como em Rondônia, por uma Comissão Parlamentar de Inquérito.

Como resposta, a empresa diz que tem uma política definida de investimentos para melhor atender a população.

Comentários