A articulação dos prefeitos Ilderlei Cordeiro e Isaac Piyãko assegurou aos municípios de Cruzeiro do Sul e Marechal Thaumaturgo a execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O investimento para a compra dos alimentos foi viabilizado por meio de uma parceria com o Ministério da Cidadania.

As duas prefeituras são as primeiras do Acre a acessar o programa diretamente, sem intermédio do Governo do Estado. O PAA assegura a aquisição da produção agrícola familiar, por meio do Executivo que repassa os alimentos para instituições e entidades sociais. 

Os alimentos adquiridos pelo PAA pelas prefeituras poderão ser doados diretamente às famílias atingidas pela enchente do Rio Juruá. Para Cruzeiro, o prefeito Ilderlei Cordeiro assegurou o investimento de R$ 400 mil. Já em Marechal, o repasse do Governo Federal será de R$ 80 mil.

“Estamos estabelecendo uma série de parcerias com o Governo Federal e nossos parlamentares, que beneficiarão diretamente os nossos produtores e economia de Cruzeiro do Sul. Vamos criar o Programa Municipal de Aquisição de Alimentos, que terá na coordenação os secretários municipais de planejamento e desenvolvimento social”, enfatizou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

Durante a reunião no Ministério da Cidadania, José Roberto, secretário Nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural, apresentou diversas possibilidades para novas parcerias entre o Governo Federal e os municípios, viabilizando, por exemplo, para as famílias do Cadastro Único (CADÚNICO), que residem na zona rural, um apoio financeiro de R$ 2.400 mil.

A parceria também propõe o desenvolvimento de outros projetos produtivos, como o aumento da captação de água potável para as famílias, e novas propostas de financiamentos do Governo Federal para o Executivo.

Segundo o prefeito de Thaumaturgo, Issac Piyãko, “os projetos e acordos firmados gerarão novas formas de economia para o Vale do Juruá”. 

A reunião no Ministério da Cidadania contou com a participação do vice prefeito de Marechal Thaumaturgo, professor Valdelio e da secretária de Desenvolvimento Social e primeira-dama de Cruzeiro do Sul, Keiliane Cordeiro.

Comentários