A ministra colocou à disposição do Governador Gladson Cameli, todos os programas sociais para melhoria da qualidade de vida da população, principalmente dos jovens
 
Fazer do Acre um estado piloto na transformação de jovens para o futuro e melhorar substancialmente a qualidade de vida da população de um modo geral. Essa foi a idéia/proposta da ministra Damares Alves, do ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos ao governador Gladson Cameli, na tarde de hoje (17) em seu gabinete em Brasília.
O governador, convidado para a audiência com a ministra, acompanhado das deputadas federais Jéssica Sales e Vanda Milani, escutou as principais propostas do ministério para adoção de políticas de reestruturação social.
A ministra enumerou vários programas a serem colocados em prática, entre eles, a criação de pólos de informática voltados para as mulheres e para a terceira idade, como forma de inserção social.
Vira-Vida
Outro ponto ressaltado por Damares e acatado prontamente pelo governador foi a elaboração de pautas de empreendedorismo com a juventude, através da Secretaria Nacional da Juventude. Nesse aspecto, a ministra pediu o apoio de Cameli para que, em parceria com o Sesi – Serviço Social da Indústria, busque meios de implantar o programa Vira-Vida, que promove cursos para jovens que já tenham cometido infrações e que queiram mudar de vida. O curso de empreendedorismo dura 18 meses e, ao final, dependendo do aproveitamento do aluno, a instituição cria meios de financiamento de projetos comerciais.
Gladson Cameli afirmou à ministra que a parceria com o ministério é uma via de mão dupla, e que não quer somente pedir apoio. “Queremos ser colocados à prova. Trace metas dentro dos programas que nos proporcionarem, que daremos conta do recado mostrando resultados”. Frisou o governador.
Ao final da reunião, o governador anunciou à ministra, que será implantada nos próximos dias, com a reforma administrativa, a Secretaria Estadual da Mulher, da família e dos Direitos Humanos.

Comentários