Depois de TelexFree e BBom, MPE suspende atividades da Blackdever

Em seu site oficial a empresa Blackdever informou nesta terça-feira que teve suas atividades suspensas por causa de uma ação do Ministério Público do Estado de Minas Gerais. A empresa,...

Em seu site oficial a empresa Blackdever informou nesta terça-feira que teve suas atividades suspensas por causa de uma ação do Ministério Público do Estado de Minas Gerais.

A empresa, similar a Telexfree e a BBOM, também é acusada de prática de pirâmide financeira.

No Acre, a Blackdever foi apresentada no dia 28 de junho e já estava virando febre. A empresa chegou com a promessa de pelos menos 10 formas de bonificação.  O valor mínimo do chamado “investimento” é conhecido como Executive Green de R$ 600,00, onde o cadastrado não precisa fazer o marketing da empresa. Há também o Executive Blue, com o custo de R$ 2.950,00 e a promessa de R$ 1 mil mensais, pelos anúncios na internet, durante um ano, e o Executive Black, no valor de R$ 9.950,00 com a promessa de remuneração mensal de R$ 3mil por mês durante 12 meses.

O caso da suspensão é semelhante ao da Telexfree, empresa que foi bloqueada pela juíza Thaís Borges, da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, depois de denúncia do MPE de prática de pirâmide financeira.

O comunicado da suspensão da Blackdever está no site da empresa, ohttp://www.blackdever.com/

Da redação, com ac24horas

Comentários