antonio111016-660x330O deputado estadual Antonio Pedro (DEM) acompanhou na última sexta-feira, 18, a visita do ministro dos Transportes, Maurício Quintella, às obras da ponte sobre o Rio Madeira. Na oportunidade, Quintella confirmou que a obra deve ser entregue em Julho de 2018. O parlamentar comemorou a notícia.

“Essa é uma informação maravilhosa. O ministro garantiu que não faltarão recursos para esta obra, mesmo com a restrição fiscal feita pelo governo”, disse o parlamentar.

Segundo Antonio Pedro, o ministro garantiu ainda que a obra é uma das prioridades do presidente Michel Temer e que será concluída em tempo hábil. “O ministro nos confirmou que a ponte sobre o Rio Madeira é uma prioridade para o atual governo. Ele garantiu que não faltarão recursos para a construção da ponte sobre o Rio Madeira e que esta obra não vai ter descontinuidade ou contingenciamento de recursos. A expectativa é concluir até 2018”.

O deputado destacou ainda sobre a importância da conclusão da obra. “Essa é uma obra de integração nacional, fundamental para o escoamento da nossa produção do Brasil, pela Estrada do Pacífico, para o Peru. É fundamental que ela seja concluída. Nós, acreanos,  sabemos a importância da obra, pois sofremos na pele o isolamento. Sem dúvidas essa ponte irá nos tirar do isolamento”, falou.

De acordo com o ministro, “R$ 30 milhões garantidos para 2017, e apesar da restrição fiscal pela qual passamos, o Governo Federal dará prioridade em ritmo acelerado”.

Antonio Pedro confirmou que durante a visita à obra comentou-se sobre a necessidade de adequação do projeto da ponte sobre o Rio Madeira pelo Dnit, porém, isso não comprometerá o cronograma das obras.

“A alagação de 2014 mudou a dinâmica hidráulica/hidrológica do Rio Madeira, fazendo-se necessário se preparar para possíveis ocorrências dessa natureza. A área de planejamento em Brasília já está trabalhando, e deve ser concluído até o final deste ano. De qualquer forma, tanto o ministro Quintella quanto o senador Gladson Cameli (PP) não certificaram de que os serviços de execução não serão paralisados”, finalizou.

Participaram ainda da visita os senadores Gladson Cameli (PP-AC), Sérgio Petecão (PSD – AC), Ivo Cassol (PP-RO) e Valdir Raup (PMDB-RO), bem como o diretor-executivo do Departamento Nacional Infraestrutura e Transporte (Dnit), Halpher Luiggie. (Assessoria Parlamentar)

Comentários