Foto tirada nesta segunda (15).Quase  nada mudou - Foto: Alexandre Lima
Hospital está com seu cronograma atrasado – Foto: Alexandre Lima/arquivo

O deputado Antônio Pedro (DEM) voltou a destacar a importância na celeridade na construção do Hospital Regional do Alto Acre, localizado em Brasiléia. Ele lembrou que a data estipulada pelo Governo do Acre para a entrega da obra expira neste mês, porém, não há nada concluído.

“Venho pedir ao governador mais celeridade nas obras do Hospital Regional do Alto Acre. Ele esteve lá com sua equipe em abril prometendo que agora em agosto as obras seriam entregues. Para minha surpresa, agora que foram retomadas as obras, mais uma vez a população daquela região foi enganada. Não é possível que essas pessoas não entendam que esse hospital é importante para a região. Nem todo mundo tem condição financeira de se locomover para Rio Branco a fim de buscar tratamento. Poderiam ter o mínimo de respeito por nossos cidadãos”, frisou.

Antonio Pedro destacou também que devido a demora na obra, o Hospital Raimundo Chaar, em Brasileia, tem atendido além de sua capacidade. “Enquanto o novo hospital não é entregue quem sofre mesmo é a população que precisa se direcionar ao Hospital Raimundo Chaar. Ele está funcionando em condições precárias. Para se ter uma ideia, os funcionários fizeram cota para comprar álcool. As pessoas fazem filas em busca de atendimento. Aquele hospital está funcionando além de sua capacidade. É urgente a situação”, pontuou.

Por fim, o deputado ressaltou que a Saúde no Acre encontra-se falida. Ele cobrou do Governo do Estado uma atenção especial. “Doença não espera. Todos os dias alguém precisa de atendimento, portanto, não poderemos esperar anos e anos para essa obra ficar pronta. A necessidade é urgente, para ontem”.

(Assessoria)

Comentários