Da redação, com ac24horas

Dez prefeitos do Acre participaram da Marcha dos Prefeitos em Brasília durante esta quarta-feira (10). A presidente Dilma Rousseff foi vaiada pelo segundo ano consecutivo mesmo após ter anunciado um pacote de bondades que chegam a R 20,4 bilhões. A reportagem conversou por telefone com o prefeito Carlinhos Portela, da cidade de Porto Acre. Ele disse que a presidente não se expressou bem.

“O nosso maior pedido são as perdas do Fundo de Participação dos Municípios e a desoneração do IPI e talvez a presidente deixou de ser pontual nesses quesitos”, disse Carlinhos.

Segundo o prefeito, em agosto a presidente deve recompensar as cidades brasileiras, dentre as medidas, R$ 3 bilhões serão para ajudar no custeio com saúde e educação. O recurso será repassado em duas parcelas: uma em agosto deste ano e outra em abril do ano que vem. Outros R$ 600 milhões por ano foram prometidos especificamente para atenção à saúde.

A Amac confirmou a presença no encontro dos prefeitos das cidades de Bujari, Brasileia, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Jordão, Manoel Urbano, Porto Acre, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá.

Comentários