Lino teria corrido cerca de 60 metros, mas, não resistiu aos ferimentos na costas e caiu num quintal e morreu – Foto: Alexandre Lima

Um homem identificado até o momento pelo apelido de ‘Diabão’, está sendo procurado pela fronteira, acusado de ser o autor de um quase triplo homicídio no Bairro Ayrton Senna, localizado as margens do rio Acre, na cidade de Epitaciolândia, neste domingo, dia 10.

O fato ocorreu por volta das 16h30. Segundo foi informado por testemunhas que não quiseram se identificar por medo de represália, a vítima identificada como Elino Silva Ximenes, estava na companhia de Elivandro de Oliveira e de outros colegas bebendo, quando o suspeito teria chegado em uma moto vindo da invasão localizada ao lado do Bairro.

Dois ferimentos foram localizados na costas de Lino que resistiu – Foto: Alexandre Lima

Este teria sacado de um revolver e mandou que todos colocassem as mãos na cabeça. Foi quando resolveram correr e o suspeito começou a efetuar os disparos, acertando Elino duas vezes nas costas que ainda correu por uns 60 metros até um quintal de uma casa e caiu indo a óbito. Elivandro também foi alvejado por três vezes nas costas e caiu. Um terceiro não identificado, não foi atingido e saiu correndo pelo Bairro.

Somente depois, o acusado foi identificado. Odilio Bezerra da Costa, vulgo ‘Diabão’, um dos 11 que fugiram do presídio FOC no mês de maio passado. Este está sendo procurado pela Polícia pela fronteira por dentro do mato, juntamente com a arma usada para cometer os crimes.

Elivandro também foi atingido nas costas três vezes e teve que ser transferido para a Capital às pressas – Foto: Alexandre Lima
Acusado do crime é foragido do FOC e está sendo procurado pela fronteira.

Elivandro foi atingido abaixo de uma das axilas e dois nas costas e estava consciente no hospital reclamando de dores. Seu estado de saúde foi considerado delicado, sendo necessário sua transferência para a Capital, onde passará por cirurgia para retirada dos projeteis.

O corpo de Elino seria levado para o IML na Capital, onde passará por necropsia, para depois ser liberado aos familiares e ser enterrado. As autoridades não descartam possível acerto de contas entre integrantes de facções CV e B13.

Mais informações sobre o caso a qualquer momento.

Vítimas não portava nenhum documento – Foto: Alexandre Lima
Acusado (em destaque) foi um dos foragidos do FOC em maio passado e estava se escondendo pela fronteira.

Matéria relacionada:

Divulgados nomes e fotos dos 11 fugitivos do presídio; polícia diz que eram integrantes do CV

Comentários