PSB diz não ao PT de Epitaciolândia e lança pré-candidatura de tião Flores

DIMAS-COLUNAO Xerife

Michel Temer está sendo enfático em suas falas. Foi citado na lava jato! Tá fora do governo… Não tem conversa…

Boa notícia

Editais sem publicidade ou com prazo curto de inscrição; ausência de indicações bibliográficas; taxas de inscrição elevadas. Esses são alguns problemas enfrentados por candidatos a concurso público, que podem ser combatidos pela proposta de emenda à Constituição (PEC 75/2015) aprovada, na semana, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Quase certo

Em conversa com a maior liderança do Partido dos Trabalhadores em Brasiléia, foi dito com todas as palavras que nos próximos dias será definido o candidato a vice-prefeito na chapa de Frente Popular no Municipio. A mesma Liderança fez questão de dizer que o voto do deputado César Messias (PSB), irá pesar e muito na decisão aumentando a chance de Carlinhos do Pelado.

Deus deve está triste

Respeitamos o voto evangélico, mas, isso nãos será critério para a escolha do vice. Paciência… Acho até que, o que vem ocorrendo na politica, “Deus deve está longe”, será sim analisado o histórico de cada um dentro da Frente Popular. “Quem foi fiel conosco jamais iremos abandonar”, finalizou a liderança.

De César o que é de César

Everaldo Gomes como pessoa é admirado pela humildade, além de ser querido pelos amigos, mas, como administrador e gestor do municipio, esse número de admiração cai substancialmente.

Nos próximos dias

O tempo tá passando, negociações acontecendo… Foi informado à coluna que nos próximos dias, PMDB deverá sentar com o grupo da base e outros partidos, para bater o martelo definitivo.

Onde está Joelso?

Fui perguntado por um leitor assíduo da coluna pelo paradeiro do Joelso Pontes. Realmente o vereador progressista anda meio em silêncio.

Ninguém serve a dois senhores

Todos sabem que mesmo pertencendo ao PP, Joelso Pontes apoiou a deputada federal eleita, Jéssica Sales do PMDB, na qual pode ter atrelado ou não seu futuro político e da mesma forma, com Gladson Cameli. Fato é que o vereador precisa tomar uma decisão, afinal, como diz o livro sagrado, que o nobre vereador bem a conhece, “ninguém serve a dois senhores”.

Epitaciolândia

Nos bastidores da política muito se comentava em uma possível aliança entre PT e PSB no municipio de Epitaciolândia.

Não aconteceu

Em reunião realizada na Câmara Municipal de Eptiaciolândia com principais lideranças partidárias e a presença dos pré-candidatos Tião Flores (PSB) e Marcos Fernando (PT), o Partido Socialista Brasileiro disse “NÃO” ao PT, lançando pré-candidatura de Tião.

É uma piada

O governador em exercício, Francico Dornelles (PP/RJ), decretou estado de calamidade pública no estado, em razão da grave situação financeira. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (17), em uma edição extra do Diário Oficial.

jorge colunaDólar

O dólar comercial fechou esta sexta-feira (17) em queda de 1,43%, cotado a R$ 3,42 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,1%.Com isso, o dólar encerra a semana com baixa de 0,31%. A moeda acumula ainda desvalorização de 5,32% no mês e de 13,37% no ano.

Senador On-line

Na última Coluna foi tratado de um grande problema que ocorre na fronteira, me refiro a situação das motos bolivianas, porém, Jorge Viana nos respondeu agradecendo e disponibilizando seu gabinete, informamos aos leitores que estaremos convocando possivelmente uma audiencia pública, para debater e buscar uma saída juntos.


Entrevista com Presidente do Sinproacre Alcilene Gurgel.

Sinteac-repasse-dinheiro-Dell-3-660x330

Alcilene passamos por uma críse econômica nunca vista nesse País,isso tem afetado de que forma a educação no Acre?

Tem afetado em vários aspectos. Um deles é a questão salarial dos professores que sofrem a alegação de que o Governo não dispõe de recursos para conceder reajuste salarial, e isso ocorreu em 2015/2016.

Quais as principais percas?

Não há a existência de perdas no sentido plural. A perda principal da categoria é a perda inflacionaria que gira em torno de 30% por cento.

Descreva aos leitores a atuação do Sinproacre

O SINPROACRE, é um Sindicato que surgiu para fazer a DIFERENÇA. Pautamos as negociações dentro da responsabilidade e respeito com os professores que representamos e com as autoridades constituídas. Temos atuado em vários campos: sindical, politico, jurídico e social.

Você foi também presidente do Sinteac, o sindicato hoje é visto por alguns como frágil e subserviente com o governo, diferente da sua época, essa afirmativa em parte procede?

Sim. Quando fui presidente do SINTEAC a nossa tônica principal de negociação era conhecer as Leis como: PCCR, REGIME JURÍDICO ÚNICO, e demais normas afetas a educação, mostramos conhecimento e competência para que não ficássemos subserviente a nenhum Governo. No entanto, o SINTEAC hoje tem uma atuação acéfala e politizada, o que causa grande descontentamento na categoria.

Qual a relação do sindicato com o governo?

A nossa relação é de respeito, credibilidade e muita responsabilidade na condução e no trato de nossas reivindicações junto a todas as instituições governamentais. Prevalecendo sempre o coletivo para o bem da categoria, não nos envolvendo em questões políticas e partidárias.

Para grande parte de funcionários da educação, houve grandes avanços na época do governo Jorge Viana, não ocorrendo posteriormente no governo do Tião Viana, você concorda com isso?

Não resta a menor dúvida que no governo Jorge Viana conseguimos avançar em várias pautas que estavam represadas, no governo Tião Viana tivemos grandes reivindicações que foram lavradas na luta sindical atendidas, tais como: VDP( 14 salario), piso nacional para os professores de nível superior e algumas ações que estavam na Justiça que foram negociadas, uma grande vitória do SINPROACRE, implantação do projeto de Erradicação do Analfabetismo de Jovens e Adultos e tantos outros.

Sabemos que a educação é fundamental para o desenvolvimento, seja de um País, estado ou municipio, podemos dizer que no Acre, educação é prioridade ?

Infelizmente em nosso País a Educação nunca foi prioridade de nenhum governo. Percebe-se um lampejo em nosso Estado no tocante à elevação dos índices quanto a qualidade do ensino.

Professores do estado ganham em torno de R$ 1.500 (provisórios), sabemos que existe todo um trabalho fora da sala de aula, planejamento, é possível o professor oferecer uma aula de qualidade sobretudo pelo momento que passamos, com uma remuneração abaixo de dois salários minimos ?

Concordo que o salário é miseravel, mas discordo quando se vincula a qualidade do serviço do profissional à remuneração que recebe. Acredito que nossa responsabilidade com a Educação e nossos Educados se sobrepõe aos baixos salários. O Professor tem o dever e a obrigação de ensinar . E ensinar com zelo, amor e qualidade, pois essa é a nossa missão.

Percebemos que existe um desencanto com a profissão, o que isso pode trazer de Consequência para o nosso estado?

Existe realmente o desencanto com a profissão, acredito que devido aos baixos salários, a consequência disso é a falta de profissionais em algumas áreas como: matematica, fisica, etc., fatos estes bem reais e devidamente identificados pelo governo.

O que podemos esperar para o segundo semestre de 2016 e o ano de 2017?

A negociação deste ano devido a crise em que vive o País, ficou para ser efetivada nos anos 2017/2018, porém, com o agravamento desse quadro de incertezas e o aumento dessa crise, temos uma grande preocupação sobre o cumprimento desses acordos. A única coisa positiva , é que com todas as adversidades porque passa o Brasil, onde Estados mais ricos como Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e outros estão com os pagamentos do funcionalismo atrasados e o nosso Acre, está ainda, com o pagamento do funcionalismo em dia. Partir para greve em um momento como o que estamos vivendo, é uma estupidez sem tamanho, e isso SINPROACRE, não vai fazer. É como levar os professores para um abismo profundo, o que acarretaria graves consequências para a categoria e para o Estado.

Comentários