Conecte-se conosco

Geral

Dnit diz que situação da BR-364 é grave e quase todo orçamento já foi utilizado

Publicado

em

Foto: Ascom Fieac

POR MAURÍCIO DE LARA GALVÃO

Segundo Carlos Henrique de Assis Moraes, Superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a BR-364 está com uma condição de trafegabilidade muito preocupante.

“A condição atual é reflexo única e exclusivamente do pouco orçamento disponibilizado para o DNIT, além dos problemas naturais e de implantação mal sucedidas. Ela precisa ser quase que integralmente reconstruída. Seria uma obra muito cara”, disse à reportagem do ContilNet.

Carlos afirma que o DNIT faz o possível com os recursos disponíveis para manutenção, que também estão aquém do necessário. Segundo ele, há uma cobertura contratual de manutenção em 100% do trecho, não apenas da BR-364, mas de toda malha rodoviária acreana.

“Não basta ter o contrato, é preciso ter recursos de execução”, destaca.

O superintendente explicou que existe, atualmente, uma restrição orçamentária muito severa, em nível nacional, não apenas no Acre.

“A situação se assevera pelas más condições estruturais da BR-364: deficiências de drenagem e um alto custo, por estarmos distantes dos centros produtores de insumos necessários, principalmente a pedra (brita), essencial para as obras. A pedra que usamos no Acre vem de Rondônia, e isso a encarece demais. Num cenário nacional de restrição orçamentária, sofremos mais que outros estados. Enquanto em MG o metro cúbico de pedra está na ordem de 70 a 100 reais, aqui, chegando em Cruzeiro do Sul, custa 10 vezes mais do que isso”, afirma.

O superintendente ainda deixa claro que o DNIT está praticamente de mãos atadas. “Neste ano, já gastamos praticamente quase todo o orçamento, isso nos obriga a focar em serviços extremamente prioritários. Vindo suplementação orçamentária, temos condições de retomar os serviços, mas já de uma forma comprometida ou prejudicada, por conta do período chuvoso se avizinhando” conclui.

Comentários

Geral

Gladson vence em 20 municípios e perde somente em Santa Rosa e Jordão

Publicado

em

O governador Gladson Cameli foi superior nas eleições de 2022 e é comprovada também quando se compara o resultado da votação dos municípios.

Nas 22 cidades acreanas, Gladson venceu em 20. Perdeu apenas para Jorge Viana nos municípios de Santa Rosa do Purus e Jordão, que estão entre os menores colégios eleitorais do estado.

As vitórias com maior diferença de votos aconteceram no Juruá, reduto eleitoral de Cameli. Em Mâncio Lima, Gladson obteve 76,03% dos votos válidos. Já em Cruzeiro do Sul, onde nasceu, o governador reeleito ganhou com uma margem de 66,49%.

Em três municípios acreanos, Jorge Viana não foi o segundo melhor votado pela população. Em Rodrigues Alves, Petecão foi o segundo e Mara Rocha foi melhor que o petista em Acrelândia e Epitaciolândia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Jovem com leucemia precisa de ajuda para continuar tratamento em São Paulo

Publicado

em

A família do adolescente Luiz Diogo, de 15 anos de idade, diagnóstico com câncer (leucemia mieloide aguda), que é de Rio Branco, pede ajuda para custear as despesas do jovem na cidade de São Paulo, onde fará um transplante de medula.

Diogo, que mora com a família há quase dois anos em Goiânia, faz tratamento contra a doença desde março deste ano na capital de Goiás. As doações podem ser feitas por meio do PIX: (CPF: 829.353.942-91 – Dieime da Silva Ramos Araújo).

“Meu filho começou a sentir uma dor na perna, e quando fizeram o exame de sangue foi constatado a doença. Me desesperei, eu e pai dele. O caso do Luiz é grave, a perna dele estava necrosando, ele não conseguia mais andar. A leucemia dele é muito agressiva”, relatou Dieime da silva Ramos Araújo, mãe de Diogo.

Sobre a doença

Leucemia mieloide aguda, também conhecida pela sigla LMA, é uma doença rara que atinge a medula óssea. As células-tronco dos pacientes diagnosticados com a doença sofrem mutação genética.

Essas células dão origem às células sanguíneas, compostas por leucócitos, hemácias e plaquetas. Nessa situação, as células ficam adoecidas, não conseguem se desenvolver e passam a se multiplicar de forma descontrolada.

Comentários

Continue lendo

Geral

TJAC lança edital para escolha de membro da 2ª Turma Recursal

Publicado

em

Juízas e juízes que ainda não tenham integrado o órgão colegiado podem concorrer à função

A presidência do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) tornou público o edital n° 4/2022 para a escolha de membro para compor a 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais. As juízas e juízes de entrância final serão avaliados de acordo com o critério de merecimento.

A vacância se deve ao fim do mandato do juiz Hugo Torquato, que se encerra no próximo dia 10 de novembro. A 2ª Turma Recursal é composta por quatro membros, os demais integrantes são: Thaís Khalil, Giordane Dourado e Luana Campos na presidência do Colegiado.

Portanto, as interessadas e interessados devem requerer a inscrição à Presidência no prazo de 10 dias. O certame está disponível na edição n° 7.157 do Diário da Justiça Eletrônico (pág. 127), desta segunda-feira, dia 3.

Miriane Teles | Comunicação TJAC

Comentários

Continue lendo

Em alta