IMG_5496

A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) aproveitou a manhã desta sexta-feira (05) para fiscalizar o Hospital do Idoso. Sem Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e médico plantonista, a parlamentar diz que o Hospital está classificado de forma equivocada.

“Fiz uma visita de fiscalização no Hospital do Idoso. Aquilo não passa de uma enfermaria geriátrica! Sem UTI e médico de plantão, o Hospital atende os idosos apenas para aplicação de medicação intravenosa”, declarou Sinhasique.

A peemedebista diz que, no Hospital, é realizada apenas a visita médica de manhã. Depois desse horário, caso haja necessidade, um médico plantonista da Fundação Hospitalar é chamado para atendimentos emergenciais.

Outro fato grave é que, para ajudar no tratamento dos idosos, médicos precisam levar amostras grátis de medicamentos dos seus próprios consultórios.

“O atendimento dessas pessoas precisa ser diferenciado, pois, por conta das fragilidades e limitações, os idosos necessitam de cuidados especiais para que tenham mais qualidade de vida”.

Durante a visita, a parlamentar encontrou uma série de irregularidades, dentre elas aparelhos de refrigeração quebrados, tomadas e lâmpadas queimadas, banheiros entupidos, chuveiro do banheiro utilizado pelos profissionais de saúde com defeito e falta de lençóis.

Sinhasique constatou ainda que alguns equipamentos encontram-se enferrujados e parte da fiação elétrica está exposta, fato que coloca em risco a saúde dos pacientes. Também não existe condições adequadas para acolhimento dos acompanhantes que passam a noite em cadeiras e colchonetes velhos.

O Hospital possui 37 leitos e atende cerca de 400 pacientes por mês. Por conta dessa demanda, existe a necessidade de contratação de mais fisioterapeutas para realizar fisioterapia motora e fisioterapia respiratória.

Comentários