Conecte-se conosco

Flash

Em 2021, Polícia Militar do Acre capacita tropa, reestrutura instalações e apresenta diminuição dos índices criminais

Publicado

em

A Polícia Militar do Acre (PMAC) chega ao final do ano de 2021 com um resultado satisfatório frente ao planejamento estratégico que foi estabelecido pela corporação no início do ano. Com uma gestão centrada na valorização dos seus profissionais, visando uma melhor prestação do serviço ao cidadão, a instituição buscou investir na capacitação técnica e reestruturação dos batalhões, além de aquisição de equipamentos.

Durante 2021, 807 policiais militares realizaram cursos no Acre e em outros estados da federação. Foto Diego Gurgel

Com uma política alinhada ao governo do Estado do Acre e às demais forças que compõem o Sistema Integrado de Segurança Pública, a Polícia Militar do Acre, por meio de um trabalho prévio de estudos e planejamentos, buscou empregar seu efetivo em locais estratégicos. E assim, realizou, somente em 2021, 7.711 operações em todo o estado do Acre, resultando na abordagem de 223.226 pessoas.

Foram realizadas 7.711 operações em todo o estado do Acre. Foto: Silva Barbosa

Além disso, as operações resultaram na apreensão de 652 armas de fogo, com uma média de quase duas armas por dia; na recuperação de 879 veículos, entre eles carros e motocicletas; na captura de 657 foragidos da justiça; no cumprimento de 89 mandados de busca/apreensão; e na condução de 7.783 pessoas às delegacias. Além da parte repressiva, realizou 6.479 ações comunitárias, que aproximaram ainda mais a corporação da sociedade acreana.

O comandante-geral da Polícia Militar do Acre, coronel Paulo César Gomes, enalteceu o empenho de todos na obtenção dos resultados positivos. “Encerramos o ano com o sentimento de dever cumprido. Com o apoio fundamental do governador Gladson Cameli, o esforço de toda a gestão da instituição e o empenho das equipes de execução, foi possível avançar, tanto na parte operacional quanto na parte técnica”.

O comandante ainda enfatizou as conquistas institucionais ao longo do ano. “Encerramos o ano com a tropa capacitada, batalhões reformados e em reforma, redução dos índices e com uma identidade definida a partir das aprovações de nossos regulamentos de uniforme, de viaturas e de identidade visual. Parabéns a todos pelo empenho e que no próximo ano possamos avançar, melhorando a nossa oferta de segurança pública”, destacou o oficial.

As ações sociais também marcaram o ano de 2021 da Polícia Militar do Acre. Foto: Silva Barbosa.

Redução dos índices criminais

Com emprego inteligente da sua tropa, por meio de um planejamento estratégico e de uma gestão eficiente, a Polícia Militar do Acre conseguiu, com a integração e cooperação das demais Forças de Segurança Pública, a redução de índices criminais, tendo como destaques as mortes violentas intencionais (MVI), com redução expressiva em todo o estado, e os crimes de roubos, com redução significativa na capital.

As mortes violentas intencionais (MVI) abrangem os crimes de homicídio, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, feminicídio e de ação policial, e, em relação ao ano de 2020, apresentou uma redução de 41% dos índices criminais. Já os crimes de roubo, tendo o mesmo aspecto comparativo, apresentou, em Rio Branco, uma redução de 29%, tendo como destaque a 3ª regional, bairros da parte alta, com redução de 42%.

Capacitação da tropa

“Operação Rotam” foi um dos cursos ofertados pela instituição. Foto: Diego Gurgel.

Com uma política centrada na valorização do seu profissional, por meio da capacitação da tropa, o Comando da Polícia Militar do Acre, assim como já havia feito em 2020, buscou neste ano oferecer aos seus militares um aprimoramento técnico-profissional, seja por meio da realização de cursos em solo acreano ou em parcerias com as demais instituições militares e civis da federação, formando 807 profissionais em diversas especialidades.

A capacitação vai desde as formações continuadas para a carreira militar, como de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO), no Rio Grande do Norte; Habilitação de Oficiais Administrativos (CHOA); de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS) e Formação de Sargentos (CFS); até de ingresso na carreira, Formação de Oficiais (CFO), realizado em São Paulo; e de Formação de Soldados (CFSd), ainda em andamento.

Ainda, em 2021, a corporação conseguiu ofertar cursos voltados para áreas específicas, como de Juiz Militar, Cinotecnia, Curso de Ações Táticas Especiais (CATE), Operações Rotam, todos realizados no Acre. Ademais, as capacitações fora do Estado, como de Operações Especiais (COEsp), de Moto Patrulhamento Tático, de Força Tática, Negociador Policial, Instrutor de Armamento e Tiro, Trânsito, Operador Aerotático e Operador RPA, realizados em instituições coirmãs da corporação.

Reestruturação dos Batalhões

O Quartel do Comando Geral (QCG) é um dos símbolos da cidade. Foto: Ascom PMAC

Um marco nos 105 anos de história da Polícia Militar do Acre será a reestruturação dos seus batalhões, entre eles, em especial, a “casa” dos militares acreanos, o Quartel do Comando Geral (QCG). Um cartão postal da cidade, que tem sua história confundida com a própria história da capital acreana, um monumento que, desde 1929, se faz presente na arquitetura urbanística da cidade, está em reforma.

Com uma obra orçada em 2,6 milhões de reais, a “casa” da Polícia Militar tem recebido um novo visual e um adequado aprimoramento estrutural, para receber, de forma digna, os militares da instituição e todos os visitantes, pois é um símbolo turístico da cidade. A previsão de entrega da obra é para o ano de 2022, onde, juntamente com a aquisição dos novos uniformes, a volta do “azulão”, será um resgate das origens institucionais.

Após seis meses de reforma, governo entregou o Quartel da Companhia de Policiamento Especializado. Foto: Dharcules

.

Em Cruzeiro do Sul, a Polícia Militar do Acre ganhou novas instalações, após a reforma da Companhia de Policiamento Especializado (CPE), do 6° Batalhão. A obra foi orçada em 176 mil reais e contou com a revitalização de alojamentos, banheiros e salão, auditório, box para canil e outras benfeitorias, e teve apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública.

Governador Gladson Cameli assinou ordem de serviço da reforma do 2° Batalhão. Foto: Diego Gurgel.

Outra unidade que em 2022 ganhará um novo visual será o 2° Batalhão, que já teve sua ordem de serviços assinada pelo governador do Estado, Gladson Cameli, no dia 1° dezembro, com recursos de 544 mil reais. Importante frisar que em 2022 a instituição vai fortalecer a parceria com a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e revitalizar outros espaços, como o 7° Batalhão, em Tarauacá.

Comentários

Flash

Deputado Antônio Pedro reúne-se com equipe do Deracre e recebe a garantia que construção da ponte do Sibéria começa em fevereiro.

Publicado

em

O deputado estadual Antônio Pedro (DEM) reuniu-se nesta sexta-feira, 28, com a equipe técnica de planejamento do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre). Na pauta, a construção da ponte ligando o bairro Sibéria e o Centro, no município de Xapuri.

De acordo com a equipe do Deracre, o contrato com a empresa responsável pela obra já foi assinado e até o mês de fevereiro o governo do Estado anuncia o início da construção da ponte.

“Todos são sabedores que há muito tempo eu venho pedindo por essa obra e, graças a Deus, o governador Gladson Cameli tem procurado atender todos os anseios da população. É uma vitória para o povo de Xapuri, pois trata-se de um sonho antigo dos moradores do bairro Sibéria. Fico feliz com essa notícia, especialmente, por tratar-se da minha primeira demanda na Assembleia Legislativa, ainda 2015”, disse o deputado.

E acrescentou: “em muitos momentos as pessoas me diziam que não ia se concretizar, que a ponte não ia sair e, hoje, celebramos mais uma etapa vencida. Não desisti da luta, avançamos e logo mais o projeto sairá do papel. Agradeço ao governador Gladson que não esqueceu da nossa cidade e do nosso povo”, finalizou.

Comentários

Continue lendo

Flash

Cabeleireiro de Epitaciolândia diagnosticado com tumor no cérebro não resiste

Publicado

em

A Câmara Municipal de Epitaciolândia, em nome de todos os vereadores, publicou uma nota comunicando o falecimento do cabeleireiro Josafá de Lima da Paixão, de 51 anos, que tinha seu próprio negócio no centro da cidade.

Como foi comunicado no inicio do mês, Josafá foi ao trabalho e fez o que sabia fazer de melhor e retornou para sua casa e foi dormir. Ao se acordar no dia seguinte, percebeu que sua visão estava muito embaçada e não sentia parte do seu corpo.

Após procurar um neurologista, foi diagnosticado uma neoplasia cerebral (tumor), já em estágio avançado, que não pode ser operado, além do paciente correr risco de morte ou ficar em estado vegetativo (vivendo pelos aparelhos sem consciência).

Desde então, familiares e amigos solicitavam ajuda para manter os custos de Josafá referente ao seu tratamento. Infelizmente, não resistiu e faleceu nesta quinta-Feira, 27.

Matéria relacionada:

Cabelereiro acorda com parte do corpo paralisado e descobre tumor no cérebro. Família pede ajuda

A equipe do jornal OAltoAcre aproveita esta matéria para prestar sinceras condolências aos familiares por tão prematura e grande perda.

Comentários

Continue lendo

Flash

MPAC e Segurança Pública deflagram Operação Tempestade

Publicado

em

Agência de Notícias do MPAC

Gaeco e Segurança Pública cumprem mais de 120 mandados no Acre — Foto: Asscom/MP-ACNa manhã desta sexta-feira, 28, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em parceria com a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública, deflagrou a Operação Tempestade, visando dar cumprimento a 126 mandados expedidos pela Vara de Delitos de Organização de Criminosa.

Essa é uma das maiores operações do Gaeco nos últimos anos, e a sua origem se deu a partir da análise de documentos apreendidos em operação anterior, quando foram identificadas lideranças da organização criminosa “Comando Vermelho” com alto grau hierárquico, responsáveis pelos núcleos de cadastramento, contabilidade, e pagamento de “biqueiras” (pontos de venda de drogas).

Estão sendo cumpridos 81 mandados de prisões preventivas e 45 mandados de busca e apreensão em Rio Branco, bem como nos municípios de Sena Madureira, Porto Acre, Brasiléia, e Cruzeiro do Sul. Também há mandados a serem cumpridos nos presídios Francisco de Oliveira Conde, na capital, Moacir Prado, em Tarauacá, e no Complexo Anísio Jobim, em Manaus (AM).

Ao todo, mais de 150 policiais militares foram empregados na realização da Operação Tempestade, incluindo o apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, com emprego do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), além de promotores de Justiça do Gaeco e servidores do MPAC.

Mais de 150 policiais estão empenhados na operação nesta sexta-feira (28) — Foto: Asscom/MP-AC

Operação Tempestade

O nome da Operação foi escolhido devido à magnitude da área de cumprimento dos mandados, incluindo diversos municípios do Acre, com extensão de Rio Branco a Cruzeiro do Sul, além do que, o período da deflagração corresponde àquele propenso para maior possibilidade de chuvas fortes no estado.

 

Comentários

Continue lendo

Em alta