Conecte-se conosco

Acre

Em 3 meses, bombeiros resgatam 759 animais silvestres em áreas urbanas no Acre devido às queimadas

Levantamento dos bombeiros mostram que comparando período de maio até esta quarta-feira (11) de agosto, foram resgatados 759 animais, o que representa um aumento de 5% comparando com o mesmo período de 2020 quando foram feitos 721 resgates.

Publicado

em

Número de resgate de animais em áreas urbanas cresce em período de queimadas no AC – Foto: Arquivo/PM-AC

Por Alcinete Gadelha

Além dos riscos à saúde humana e danos ao meio ambiente, as queimadas registradas neste período do ano também são danosas aos animais que são obrigados a fugir para a área urbana. Dados do Corpo de Bombeiros apontam um crescimento de resgates no Acre.

O levantamento dos bombeiros mostra que entre o mês de maio até esta quarta-feira (11) de agosto, foram resgatados 759 animais, o que representa um aumento de 5% comparando com o mesmo período de 2020 quando foram feitos 721 resgates.

Além desse aumento, os números dos meses de maio, junho e julho e os primeiros dias de agosto representa quase metade dos resgates feitos durante os primeiros seis meses do ano, que teve um número de 1.764, entre janeiro a junho.

Fogo em vegetação obriga animais fugirem para áreas urbanas – Foto: Asscom/PM-AC

Animais são obrigados a fugir

O assessor de comunicação dos bombeiros, Felipe Santiago, faz o alerta e diz que as ações aumentam de forma significativa porque os animais são obrigados a fugir.

“Com o início destas queimadas, que são sazonais na nossa região, um costume que foi criado no estado do Acre nesse período, muitos animais sofrem tanto porque perdem seu habitat como são obrigados a vir para a parte urbana”, pontua.

Um destes casos foi registrado na cidade de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, quando o Batalhão Ambiental da Polícia Militar fez o resgate de um sagui que foi atropelado e encontrado na estrada com lesões. O animal foi levado ao Centro de Zoonoses do município, recebeu atendimento e deve ser devolvido à floresta.

Além disso, Santiago ainda pontua que além dos resgates, o maior problema é que muitos destes animais acabam não sobrevivendo por não conseguirem fugir das chamas.

“Dai a quantidade de capturas e resgate de animais aumenta nossa demanda, como também alguns chegam a morrer durante os incêndios florestais, principalmente, por causa de incêndios que se alastram rapidamente, devido essa época ser favorável para isso e quando o animal tenta fugir, já não consegue”, conclui.

Comentários

Acre

Polícia Civil deflagra 4ª fase da operação “Carreteira Cerrada” e prende integrantes de quadrilha especializada em roubos de caminhonetes em Plácido de Castro

Publicado

em

Na manhã desta terça-feira, 17 de maio, a Polícia Civil deflagrou a 4ª fase da operação “Carretar Cerrada” que teve como principal objetivo o fortalecimento da segurança nas áreas de fronteira do Baixo Acre.

Entenda o caso

No dia 16 de abril de 2022, indivíduos armados, invadiram uma propriedade localizada na zona rural de Plácido de Castro-AC, de onde subtraíram uma camionete L200.

No curso das investigações, a Polícia Civil apurou que K.L.G, de 22 anos, A.N.S, de 20 anos e G.Q.N, de 24 anos integram uma associação criminosa especializada em roubos de veículos na fronteira Brasil-Bolívia.

Em relação ao roubo ocorrido no dia 16 de abril de 2022, na data de hoje foram cumpridos 03 (três) mandados de busca e apreensão domiciliar contra alvos investigados, elementos probatórios foram colhidos e dado cumprimento a três mandados de prisão.

Também na operação, foi preso E.C.S, de 23 anos, pela prática de um roubo de uma camionete na zona rural de Plácido de Castro, crime ocorrido no dia 01 de fevereiro de 2022. E.C.S é apontado também como autor de diversos roubos de veículos na região.

Todos foram encaminhados a delegacia para procedimento praxe e em seguida colocados a disposição da justiça.

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura e Governo lançam obra de pavimentação asfáltica da rua Juvenal Duarte

Publicado

em

Nada de descanso depois de uma grande festa que foi o aniversário da cidade. Pelo contrário, o prefeito Jerry Correia e sua equipe iniciaram a semana movimentando a cidade com anúncio de mais obras de infraestrutura.

Na tarde desta terça-feira, 17, o prefeito reuniu dezenas de pessoas no bairro Bela Vista para anunciar a pavimentação asfáltica com drenagem da rua Juvenal Duarte. A obra será executada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).

Além do prefeito e do vice-prefeito, também participaram do ato os vereadores Jura Pacheco, Wemerson Martins, Gilda Almeida, Francisco Moura e Wendell Marques. Como representante do governo do estado e da SEINFRA, participou do evento o engenheiro Leandro Melo.

“Estamos aqui para atender uma reivindicação do prefeito e dos vereadores desta cidade. Vamos entregar essa obra antes de 30 dias e beneficiar toda a população de Assis Brasil. Esse é um compromisso do nosso governador com o prefeito Jerry que tem buscado incansavelmente recursos para sua população”, disse Leandro.

Em suas palavras, Jerry Correia agradeceu o governador Gladson Cameli que tem ajudado melhorar a vida dos moradores de Assis Brasil.

“Vamos intensificar os trabalhos de melhorias na infraestrutura urbana e rural do município. Mas isso só é possível com a parceria que estabelecemos com o Governo do Estado. O governador Gladson esteve há poucos dias conosco aqui no aniversário da cidade, entregou obras e anunciou mais investimentos para nosso município.Aqui no bairro Bela Vista já vamos iniciar agora a pavimentação desta importante rua que estava abandonado.

Comentários

Continue lendo

Acre

Caso Jonhliane: Testemunhas são ouvidas e diz que corpo da vítima foi arrastada por mais de 114 metros

Publicado

em

A sessão da 2ª Vara do Tribunal do Júri se iniciou nesta terça-feira, dia 17, com o sorteio dos sete jurados, conforme o rito previsto na legislação. A audiência foi presidida pelo juiz Alesson Braz e durante toda a manhã foram feitas indagações apenas para a primeira testemunha, o perito oficial da Polícia Civil João Marinheiro.

O servidor público explicou vários detalhes técnicos acerca do laudo anexado aos autos. Entre as informações apresentadas, destaca-se que após a colisão a vítima foi arremessada a 74,5 metros de distância e a moto ficou presa na BMW, sendo arrastada por 114,70 metros.

De acordo com as imagens de videomonitoramento colhidas nos empreendimentos localizados ao longa da Avenida Antônio da Rocha Viana, apenas os dois veículos estavam em velocidade acima do permitido na via, deste modo o especialista confirmou seu entendimento sobre a ocorrência de racha.

A defesa do Ícaro dispensou o delegado Alex Danny, que havia sido arrolado como testemunha no processo. Pela tarde foram outras três testemunhas arroladas pelo Ministério Público do Acre.

 Miriane Teles | Comunicação TJAC

Comentários

Continue lendo

Em alta