Em reunião com integrantes da bancada federal do Acre nesta terça-feira, 18, em Brasília, o governador Gladson Cameli reforçou pedido de apoio para o Estado e fez um apelo especial: que os parlamentares indiquem, por meio de créditos extraorçamentários, recursos para que o Estado utilize principalmente na conclusão de obras inacabadas e em novas obras estruturantes.

O pedido tem por base a expectativa de que o governo federal deverá liberar recursos extraorçamentários para indicações dos parlamentares no valor de R$ 10 milhões por parlamentar, que será destinado a investimentos em quatro eixos: saúde, educação, ação social e desenvolvimento.

“Diante da crise em que se encontra, o Acre praticamente não conta com recursos próprios para investimento, por isso a importância desses recursos para o Estado”, disse o governador.

Na reunião, o governador voltou a pedir apoio da bancada para a aprovação da reforma da Previdência, destacando a importância da medida para estados com o Acre, que dependem de recursos federais.

A secretária de Planejamento e Gestão, Maria Alice Araújo, participou da reunião e relatou as dificuldades financeiras do Estado e as alternativas encontradas, como o foco na recuperação de convênios que estavam paralisados. Também presente à reunião estavam o secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz, que apresentou a nova proposta educacional do Estado; o representante do Acre em Brasília, Ricardo França e o superintendente da Sudam, Paulo Roberto Correia.

Da bancada federal acreana participaram o coordenador da bancada, senador Sérgio Petecão, a senadora Mailza Gomes e o senador Márcio Bittar; os deputados Alan Rick, Vanda Milani, Jesus Sérgio e Flaviano Melo. Os parlamentares se colocaram à disposição do governo para ajudar o Estado.

Comentários