Em reunião, deputado Antonio Pedro e vereadores de Xapuri cobram melhorias na área de Saúde do município

O deputado estadual Antonio Pedro (DEM) esteve reunido nesta semana com os vereadores do município de Xapuri, Professor Clemilton, Manoelzinho Vieira, Guinaldo Alves, todos do Partido Democratas, juntamente com Gessi Capelão e Fernando da Cageacre, do PMDB. Na pauta, melhorias na área de Saúde do município.

Em reunião com a Comissão de Saúde do parlamento estadual, os vereadores cobraram a contratação de mais médicos para o município, bem como aparelhos para realização de exames, entre outras coisas.

“Estive conversando com os vereadores de Xapuri. Debatemos sobre o atendimento de Saúde de Xapuri e a necessidade de melhorias. Muito precisa ser feito nessa área. Sabemos das dificuldades em tempo de crise, porém, não podemos deixar de cobrar, haja vista que com saúde não se brinca. Temos a obrigação de ofertar o melhor serviço à população. Vamos viabilizar uma conversa com o secretário de Saúde e iremos levar essa demanda até ele”, disse Antonio Pedro.

O parlamentar frisa que o sistema de saúde do Acre está precário. “Muitos municípios estão com problemas na infraestrutura de hospitais, bem como no quadro de profissionais. Falta médico, anestesista, recepcionista, aparelhos para se realizar exames, enfim, não possuem estrutura adequada para atender a população”, disse ao cobrar ainda o retorno da ambulância ao município.

“O governo do Estado precisa ter mais responsabilidade com a população. Volto a frisar, estamos falando de saúde. A ambulância que atende nosso município, por exemplo, foi para a capital para uma revisão e nunca mais voltou. Quando alguém precisa ir com urgência para a capital, simplesmente não vai. Não podemos permitir que isso continue acontecendo”.

O parlamentar frisa que é importante essa adequação, haja vista que a precariedade no atendimento acaba aumentando a demanda na capital acreana. “Rio Branco só tem essa demanda elevada devido à falta de estrutura no interior. O governador e o secretário de Saúde do Estado deveriam se preocupar um pouco mais com essa situação. Pagamos caro por nossos impostos e não temos o retorno adequado de nossas autoridades”, finalizou. (Assessoria Parlamentar)

Comentários