Médico Juan chocou seu veículo contra a traseira de um taxi de aplicativo que estava parado.

Um médico identificado como Juan Carlos Cueto Gally (32), que dirigia um carro modelo Chevrolet/Captur, placas NDR 5818, do estado de Rondônia, em visível estado de embriagues alcoólica causou um acidente na rua Alexandre Esteves, sentido parte alta da cidade de Epitaciolândia na tarde deste sábado, dia 5.

Segundo foi relatado por testemunhas que presenciaram o acidente, o médico Juan dirigia em alta velocidade quando perdeu o controle e se chocou violentamente na traseira de um taxi de aplicativo, que estava estacionado com o motorista e dois passageiros dentro.

O carro fou empurrado cerca de 50 metros com os três ocupantes dentro.

O motorista do carro marca Fiat/Punto, placas NAC 2307, Enoc da Silva, disse que acabara de pegar os passageiros que seriam mãe e filho, quando o incidente aconteceu muito rápido. O impacto foi tão violento que carro foi afastado cerca de 50 metros de onde estava parado, enquanto a SUV atravessou a rua e bateu contra uma árvore.

Os passageiros, Cesarina Ferreira de Medeiro (53) e seu filho, Chauan Ferreira de Medeiro (26), sofreram umas luxações pelo corpo. Ambos foram socorridos para o hospital em Brasiléia e a mulher ficou em observação, devido dores em uma de suas pernas e o filho, foi liberado após ser examinado. Ambos estão fora de perigo.

O médico ficou no local até a chegada do guincho do Ciretran, que retirou seu veículo da rua e levado para o pátio. Foi verificado que sua habilitação está vencida a cinco dias e o mesmo foi conduzido para a delegacia, onde seria autuado na Lei Seca.

Segundo foi informado, o mesmo teria passado pelo exame do etilômetro (bafômetro) na delegacia, mas, não foi possível saber o quanto estava o nível de álcool em seu corpo. Juan foi multado e pagou fiança e terá de se apresentar em data estipulada para ser ouvido pelo delegado, além de arcar com as despesas do carro do taxista.

Comentários