DSC_6499

Curso de capacitação foi solicitado pela Fecomercio, Prefeitura de Brasiléia, deputados federais e senadores.

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

Os empresários dos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia participaram do treinamento da Superintendência da Zona Franca de Manaus – Suframa nesta terça-feira, 25, no Centro de Educação Permanente – CEDUP, em Brasiléia. O objetivo é capacitar os comerciantes e industriários, na formalização dos procedimentos exigidos nas Áreas de Livre Comercio – ALCs.

O curso e treinamento das atividades legalizadas pelas ALCs foram detalhados aos empresários da região. Há quase 20 anos os empresários esperavam as orientações necessárias para se legalizar dentro das ALCs e finalmente representantes da Suframa, Receita Federal e demais órgãos federais estiveram juntos explicando passo a passo os tramites legais para exportação e importação dos produtos.

DSC_6507O evento é fruto de diálogos encaminhados pela Federação do Comércio – Fecomercio, deputados federais Perpétua Almeida, Gladson Cameli e senador Sergio Petecão, Prefeitura de Brasiléia, Sindicato dos Comerciantes de Brasiléia e Epitaciolândia entre outros parceiros.

Para o prefeito de Brasiléia Everaldo Gomes, finalmente a luta pela legalização e funcionamento das Áreas de Livre Comércio estão dando certo e mobilizando os comerciantes para começarem a trabalhar dentro dos paramentos exigidos pela legislação.

“Estivemos ultimamente em Manaus juntamente com a deputada Perpétua Almeida, depois de conversarmos com o senador Sergio Petecão e deputado Gladson Cameli em Brasília sobre o assunto, para viabilizar os treinamentos aos nossos empresários. Pedimos para que realmente as ações fossem concretizadas para a instalação efetiva das ALCs. E estamos vendo os frutos ser colhido com esses treinamentos visando capacitar nosso empresariado. Isso nos deixa entusiasmado, porque sabemos que nossas lutas têm sido alcançadas”, destacou o prefeito de Brasiléia.

O superintendente da Fecomercio, Egídio Garó disse que o grande objetivo foi comprido, que era passar os conhecimentos e tramites dos procedimentos de importação e exportação dos produtos nas ALCs.

“Agora os empresários sabem como devem proceder para garantir os produtos e se habilitarem para as vendas. Com os empresários organizados e sabendo os procedimentos só quem ganha é a região que se desenvolve e garante uma economia mais forte”, disse Garó.

O presidente do Sindicato dos Comerciantes de Brasiléia, Junior Revollo destacou a capacitação como de fundamental importância para garantir a efetivação da Área de Livre Comércio.

Os representantes da Suframa, Receita Federal e demais órgãos federais parabenizaram os participantes e ressaltaram a importância de proceder nas atividades garantidas pela ALCs de forma correta para garantir os benéficos para os empresários e comunidade em geral da região do Alto Acre.

Ouça entrevista com o presidente do Sindicato dos Comerciantes de Brasiléia, Junior Revollo.

Comentários