Técnicos em enfermagem estariam tirando plantões de enfermeiros nas unidades de Saúde do estado

Na manhã desta segunda-feira (12), um grupo de enfermeiros foi ao Ministério Público do Acre (MPAC) denunciar que técnicos em enfermagem estariam tirando plantões de enfermeiros nas unidades de Saúde do estado, notadamente Rio Branco. Os denunciantes, que estão na lista de espera dos últimos concursos, cobram uma posição do órgão.

Um dos enfermeiros prejudicados, que pediu para não ser identificado por temer represálias, disse que foi entregue um dossiê no qual relatam as irregularidades. A principal delas, segundo ele, dá-se da seguinte forma: “O técnico, que tem formação superior em enfermagem, mas não pode exercer a função porque não foi contratado para isso, tira os plantões a um preço de R$ 200”, explicou ele.

O revolta maior, prosseguiu o denunciante, é a necessidade do trabalho de enfermeiros nas unidades de Saúde. “Se eles não usassem esse artifício, garanto que a escala de plantões não seria fechada por falta desses profissionais”, afirmou, pedido que deputados e sindicalistas pressionem o governo do Estado para resolver a situação.

Para outra denunciante, que pelas mesmas razões prefere o anonimato, os gestores estão querendo economizar à custa da qualidade de serviços essenciais. “Caso haja um problema em um procedimento, que é comum no trabalho dos profissionais em saúde, quem vai responder única e exclusivamente será o enfermeiro que deixou alguém fazer o seu trabalho”, alertou o profissional, para quem o procedimento é aluguel de contrato.

 

Comentários