delegado-cópiaAcre tem cerca de 4 mil foragidos da Justiça, de acordo com o delegado Fabrizzio Leonard da Silva, coordenador da Polícia Interestadual (Polinter), em entrevista na tarde de quinta-feira, 5.

Em contrapartida, para prender e cumprir os mandados de prisão destas pessoas, o delegado conta apenas com uma equipe reduzida de policiais.

No entanto, o Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça aponta que são 5428 mandados em aberto. Dos quais 5405 foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC).

Fabrizzio relata que a Polinter tem cerca de 4 mil mandados de outros Estados em aberto. Destes são cumpridos de 30 a 50 dos mais variados tipos de crimes por mês. Enquanto isso, no mesmo período chegam outros 70 por mês.

“Temos mandados expedidos todos os dias. Não é falta de efetividade quando você fala ter 4 mil mandados em aberto, tem que se reconhecer que o poder judiciário faz a sua parte”, relata o delegado.

Um dos atrativos do Acre para os foragidos da justiça são as fronteiras. “Uma parcela dos foragidos no Estado é atraída pelas fronteiras de portas abertas com Peru e Bolívia, o que atrai esses indiví- duos como forma de fugir”, diz Fabrizzio. O que sem dúvidas automaticamente eleva a quantidade de mandados de prisão no Acre, de acordo com Leonard.

Com relação a equipe da Delegacia de Policia Interestadual, o delegado informa que por questão de segurança pública o número de policiais que compões a Polinter no Acre não pode ser divulgado.

Mas, ele informa que é um nú- mero reduzido aquém do necessário para o cumprimento de um maior número de mandados.“O número é reduzido tanto dentro da delegacia, no trabalho administrativo, quanto no trabalho investigativo de rua”, revela.

Polinter

A Polinter tem como finalidade manter a troca de informações com autoridades de outros Estados, alimentar e manter atualizado o arquivo dos procurados pela justiça e cumprir os mandados de prisão dentro e fora do Estado. Para o cumprir os mandados de prisão a delegacia conta com o apoio do Grupo Especial de Capturas da Polícia Civil (GECAPC).

O cidadão deve procurar a Policia Interestadual sempre quiser registrar Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento de pessoa, furto de veículos ou tiver informações sobre foragidos da justiça. A Polinter é localizada na Rua Rio Grande do Sul, Aeroporto Velho.

Os estados utilizam a Polinter como uma via de troca de documentos entre delegacias, relata Fabrizzio. “A Polinter recebe todos os mandados do Estado de origem e ainda de outros estados. A gente recebe mandados de outros estados quando eles tem informação de que o individuo está aqui, assim como também enviamos para que sejam efetuados esses mandados de prisão”, explica o delegado.

Consulta pública

No portal do Conselho Nacional de Justiça (www.cnj.jus.br/ bnmp), a consulta pública ao Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) fornece o acesso a qualquer pessoa que queira se informar sobre os mandados de prisão.

No entanto, somente estarão disponíveis os mandados com situação ‘Aguardando Cumprimento’ e que ainda estão vigentes, contendo data e hora em que foi gerada, e as informações do mandado de prisão. Para denunciar algum foragido da justiça o número é 181.

Comentários